Como está a zona de exclusão de Fukushima 4 anos depois do acidente?

POR A redação    EM Ciência e Tecnologia      13/10/15 às 19h53

Em março de 2011, o Japão teve parte do seu território devastado por um terremoto de 8,9 graus na escala Richter seguido de uma tsunami que provocaram danos enormes na usina de Fukushima.

Ela está localizada na região nordeste da ilha. E por falar em acidente nuclear, aqui no site do Ultra Curioso, nós já mostramos para você uma matéria sobre 9 coisas que você não sabia sobre o acidente de Chernobyl (Clique aqui e confira a matéria).

Mas como está a região de Fukushima depois do grande terremoto e tsunami que causaram destruição em parte da costa japonesa?

Japanese Prime Minister Shinzo Abe was briefed on the situation at the Fukushima Dai-ichi nuclear power plant as he toured the facility back on Sept. 19, 2013. chief Akira Ono (4th L) in front of two tanks (back) which are being dismantled after leaking contaminated water, during his tour to the tsunami-crippled plant in Okuma, Fukushima Prefecture, northeastern Japan on September 19, 2013. Abe told Fukushima's operator to fix radioactive water leaks as he toured the crippled nuclear plant on September 19, less than two weeks after assuring the world the situation was under control. AFP PHOTO / Japan Pool JAPAN OUT (Photo credit should read JAPAN POOL/AFP/Getty Images)

E o fotógrafo polonês Arkadiusz Podniesinski resolveu viajar até a região de Fukushima e retratar a realidade do local anos depois do acidente. A área que sofreu ataques se estende por cerca de 20 quilômetros em volta da usina, a chamada zona vermelha.

É nessa região em que a radiação é mais crítica e o trabalho de descontaminação são possíveis de serem conduzidos. O fotógrafo procurou captar os esforços das pessoas em limpar a região.

photos-fukushima-exclusion-zone-podniesinski-50

Em alguns registros, alguns sacos pretos são exibidos empilhados aos montes em algumas camadas do solo. E o ensaio mostra uma realidade impressionante, onde as autoridades buscam fazer um trabalho de descontaminação.

Nas imagens, é perceptível a natureza invadindo Fukushima e o clima sombrio e de cidade fantasma. Confira algumas imagens do ensaio:

naom_561c29856c34b

naom_561c298f3eb83

naom_561c29883306a

naom_561c298af2588

naom_561c2e3a12398

ng4881886

ng4881904

ng4882128

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+