Curiosidades

Como foi a criação do universo, segundo a Umbanda?

0

Existem diversas religiões, ao redor do mundo, e você provavelmente já ouviu falar de várias. O cristianismo é a mais seguida, mas não podemos nos esquecer das demais. Religiões de matriz africana, de origem chinesa e japonesa estão entre as muito conhecidas e seguidas. Com a diminuição do preconceito, as religiões africanas têm ganhado cada vez mais seguidores, principalmente a Umbanda e o Candomblé. Assim como no cristianismo, eles acreditam e seguem determinadas entidades e acreditam que o mundo foi criado graças a elas.

A Umbanda é, na verdade, uma religião brasileira, que sintetiza diversos elementos das religiões africanas e cristãs. No entanto, sem ser definida por elas. A religião foi formada no século XX, no sudeste do Brasil. Surgiu a partir da síntese com movimentos religiosos, como o Candomblé, o Catolicismo e o Espiritismo. É uma combinação do catolicismo, com a tradição dos orixás africanos e com os espíritos de origem indígena. O lugar onde hoje é São Gonçalo, no Rio de Janeiro, foi o berço da religião. Falando da religião, como será que o universo foi criado, segundo essa crença? Confira conosco todos os detalhes sobre isso.

Criação do universo segundo as crenças Umbanda

A lenda mais famosa, ou também conhecida como Itan, diz que o criador do universo foi Oxalá. No começo dos tempos, o Senhor Supremo dos Nossos Destinos Oludumaré, também conhecido como Olorum, criou os primeiros Orixás. O primeiro de todos foi Oxalá. Foi ele quem deu a incumbência de criar o mundo, entregando, então, o saco da criação.

No momento da criação do mundo na Umbanda, já havia outros Orixás habitando o Orum. O Orum é o mundo espiritual, por esse motivo, Orumilá aconselhou que Oxalá fizesse uma oferenda ao Orixá Exu, antes de começar a criação do mundo. No entanto, o Orixá não deu ouvidos a isso e começou a sua criação, sem fazer qualquer oferenda.

A falta de oferenda

Exu não ficou satisfeito com a atitude de Oxalá e usou seus poderes, para trazer para Oxalá muita sede. Quando Oxalá iniciou a criação do mundo, sentiu uma forte sede. Ele estava ao lado de uma palmeira, e então, usou o seu cajado para fazer um furo na árvore e bebeu o seu vinho. Oxalá bebeu tanto, que acabou ficando bêbado e adormecendo ao lado da palmeira. Foi aí, que Exu roubou o saco da criação de Oxalá e entregou-o ao Orixá Oduduá. Oduduá pediu a Olorum para realizar a missão, que antes era de Oxalá. Seu pedido foi concebido. Ele fez então as devidas oferendas aos Orixás, presentes no Orum, e usou o saco para criar o mundo.

Criação dos homens

Na Umbanda, também se fala sobre a criação do homem. Quando acordou, Oxalá percebeu que o mundo já havia sido criado e que alguém teria lhe roubado. Ele logo foi até Olorum, para relatar o que havia acontecido. Olorum perdoou Oxalá, e então, lhe deu uma nova tarefa: criar os homens. Oxalá pegou o barro e modelou o homem e a mulher. No entanto, os corpos ficaram inanimados, sem vida. Foi aí, que ele chamou Olorum, que resolveu o problema com apenas um sopro de vida. Os homens então foram criados. A partir desse dia, Oxalá nunca mais consumiu ou aceitou oferendas envolvendo álcool. Hoje, é o Orixá da Paz, da Calma e da Sobriedade.

E aí, o que você achou dessa matéria? Sabia sobre essas coisas da Umbanda? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

7 coisas que você pode esperar sobre a novela ”Amor de Mãe”

Matéria anterior

Artista mostra Robert Pattinson com o traje do Batman

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.