CuriosidadesSem categoria

Conheça a árvore mais sinistra e assustadora do planeta

0

A planta mais bizarra do mundo é de origem australiana e pode te fazer gritar de dor por dias só por encostar em uma de suas folhas. Mas o que poderia ser pior que uma planta dessas? Uma árvore mortal.

A árvore manchineel é uma das plantas mais terríveis já encontradas na Terra e supera com facilidade a temida colega australiana. Ela é típica do Hemisfério Oeste e é comum na Flórida, Caribe e as Bahamas.

Ao entrar em contato apenas com sua casca ou folhas, são provocadas queimaduras graves na pele. Além disso, comer qualquer uma de suas frutas perfumadas pode ser uma escolha letal.

árvore

A árvore tem sido muito utilizada para o fornecimento de seiva para dardos envenenados e também era um lugar para amarrar e torturar conquistadores espanhóis.

Esta planta é nomeada assim por conta da palavra espanhola manzanita, que significa o diminutivo de maçã, e foi o nome que Cristóvão Colombo possivelmente deu ao encontrá-la pela primeira vez na América. A árvore possui frutos verdes que se parecem com pequenas maçãs.

Entretanto, havia outro nome ainda mais apropriado: “Arbol de la muerte”, ou “árvore da morte”. Os espanhóis notaram que os cavalos foram levados à loucura depois de comer seus frutos.

Capacidade mortal

fruto

Muitas vezes, a planta se apresenta pouco mais do que o tamanho de um arbusto, mas às vezes pode chegar a 15 metros de altura. Sua casca é castanho-acinzentada e suas folhas são verde brilhante. Além disso, os frutos possuem um cheiro doce e atraente.

Cada parte da árvore é venenosa e qualquer contato pode matar. As folhas e a casca contêm um veneno que irrita a pele e causa bolhas graves. Já a seiva leitosa da árvore pode causar queimaduras graves.

Mas nada é tão perigoso quanto os frutos. Comer apenas uma pequena quantidade deles pode provocar bolhas e queimaduras na boca, garganta e esôfago levando à morte.

Em dias chuvosos, a árvore também pode causar sérios danos a quem se aproximar dela. Isso porque a água que cai das folhas leva toxinas que também pode irritar a pele, provocando queimaduras.

Remoção

cuidado

Como representam perigo à população, a remoção das árvores em áreas que oferecem risco seria uma das alternativas. No entanto, a remoção é problemática.

Ao cortar as árvores e pulverizar sua seiva, o que sobra vira toxinas em uma forma vaporosa e contamina o ar de uma maneira perigosa. Mesmo em contato apenas com a fumaça, podem ocorrer queimaduras na pele e cegueiras.

Estranhamente, a madeira da árvore tem sido altamente valorizada na confecção de móveis coloniais. Uma vez deixada para secar ao sol, as características nocivas desaparecem em grande parte.

A secagem das frutas tem um efeito semelhante e elas têm sido conhecidos por serem utilizados como diurético. Na Jamaica, a goma de árvore manchineel tem sido muito utilizada para tratar várias doenças venéreas.

Qual a substância química mais rara do universo?

Matéria anterior

9 casos perturbadores de abuso de esteroides ou ADE

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.