Curiosidades

Conheça as incríveis aranhas mecânicas deste artista húngaro

0

À primeira vista, o trabalho do artista húngaro Peter Szucsy pode até ser considerado um pouco incomum, mas aqueles, que conhecem de perto o que o artista é capaz de fazer, acabam considerando os resultados fascinantes. Reunindo peças mecânicas de relógios antigos, câmeras fotográficas e até mesmo equipamentos médicos, Szucsy cria monumentais esculturas de aranhas.

O artista e suas obras

Formado em ilustração pela Universidade de Arte e Design Moholy-Nagy, Peter Szucsy começou a atuar no universo artístico como diretor de arte. Inicialmente, seu trabalho envolvia a criação de diversos tipos de criaturas virtuais. Os personagens eram elaborados para videogames.

Com sede de inovar, Szucsy decidiu iniciar um novo capítulo em sua vida profissional. Todas as semanas, o artista visita um mercado de pulgas perto de sua casa em Budapeste, onde procura todos os tipos de peças mecânicas vintage, que possam ser usadas para dar vida às suas incríveis aranhas.

“Eu já fiz muitas criaturas, já esbocei muitos monstros e já desenvolvi diversos cenários, tudo voltado para a indústria dos games”, explica o artista. “Mas há alguns decidi criar algo diferente. A gente sente quando chega a hora de mudar. Foi aí que resolvi deixar meu computador de lado. Minhas ideias precisavam ganhar vida e eu precisava encontrar uma maneira de trazê-las à realidade. Eu precisava criar algo que fosse fascinante”.

Os aracnídeos articulados do artistas são elaborados de forma minuciosa. Os animais ganham forma em seu próprio estúdio. Embora suas obras contenham peças de dispositivos mecânicos raros e, geralmente caros, Peter evita desmontar objetos que museus valorizariam.

Recentemente, o ThisIsColossal, um blog de arte e cultura visual fundado pelo editor Christopher Jobson, natural de Chicago, fez uma cobertura completa sobre as entemente maravilhas aranhas mecânicas de Peter Szucsy.

O artista, agora, está desenvolvendo novos animais, como caranguejos e libélulas.  Szucsy, em breve, pretende inaugurar sua própria página web para vender suas elaboradas obras de arte.

Irreverência

O designer japonês FRISK_P é outro artista que cria obras irreverentes. Seus trabalhos são completamente efêmeros. FRISK_P desenvolve relógios de pulso totalmente únicos. Por serem obras de arte, os objetos não possuem a praticidade que os relógios comuns oferecem. Além disso, também não são nada compactos, mas são, sem dúvida alguma, surpreendentes.

O que distingue o trabalho de FRISK_P da maioria dos outros artistas e designers é o fato de suas criações serem funcionais. Os relógios do artista marcam as horas normalmente, mas o ultrajante mesmo é como as obras são criadas.

De acordo com o IT Media, para dar vidas aos ultrajantes relógios, FRISK_P usufrui de softwares específicos, como, por exemplo, o CAD 3D e Fusion 360. As inovadoras obras do artista ganham vida com o auxílio de uma impressora 3D.  

Em alguns de seus modelos, o artista também incorpora servomotores e placas de microcomputador. 

Peter Szucsy e FRISK_P são apenas alguns exemplos de artistas que usam e abusam da própria criatividade. Obviamente há, entre eles, outros tantos que são capazes de nos surpreender da mesma maneira que os dois conseguiram.  

DC Comics pode abandonar a continuidade nos quadrinhos

Matéria anterior

Cidade no Japão instala lobos robôs para espantar ursos

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar