• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Conheça as mascotes que já brilharam nas Copas do Mundo

POR Thamyris Fernandes    EM Curiosidades      11/06/14 às 19h31

Não é de hoje que os eventos esportivos contam com bichinhos ou bonecos, responsáveis por carregar a marca do time. Acontece, no entanto, que a aparição desses símbolos nas Copas do Mundo não é muito antiga e a primeira mascote que surgiu, presentando um mundial, foi o Leão Willie, que surgiu na Inglaterra, em meados da década de 60.

De lá para cá, os países que sediaram a Copa não mediram esforços para criar suas próprias mascotes e fazer delas, símbolos populares. Veja, na listagem abaixo, as histórias desses bichinhos nos mundiais, entenda como eles foram criados e a forma que foram recebidos pelo público:

Inglaterra 1966: Willie

1

Esse é um das mascotes precursoras em eventos esportivos e foi criado em 1966. Essa também foi a primeira figura relacionada à Copa do Mundo que teve um forte apelo de comercialização. Willie era um leão como os que aparecem no escudo inglês, embora estivesse vestido de jogador de futebol com uma camisa do Reino Unido.

México 1970: Juanito

2

Na Copa de 1970, no México, a cena foi roubada por Juanito. O boneco era um típico garoto mexicano, com olhos puxados, sombreiro na cabeça e com o uniforme tricolor da seleção. Além do sucesso da mascote, a Copa do México foi a primeira a ser transmitida por televisores a cores.

Alemanha 1974: Tip e Tap

3

Na vez da Alemanha, em 1974, o país apresentou duas mascotes para a Copa. "Tip e Tap", um garoto loiro e outro moreno. A estreita relação entre eles também se evidenciava em suas camisetas. "WM 1974" significa "Copa 1974", em alemão.

Argentina 1978: Gauchito

4

O desenho de um típico caubói dos pampas argentinos, com um lenço amarrado no pescoço e um chicote na mão foi o que simbolizou o países em 1978, na Copa que presidiu. Mas a mascote sofreu críticas por ser semelhante ao "Juanito" de 1970.

Espanha 1982: Naranjito

5

Até hoje, "Naranjito" é a mascote mais popular que já surgiu em Mundiais. O designer José Pacheco, que criou o desenho, se inspirou em um dos principais produtos exportados pela Espanha: a laranja. O sucesso foi tão grande que "Naranjito" estrelou 26 episódios de uma série de filmes de animação que foram ao ar na TV espanhola.

México 1986: Pique

6

Depois de 16 anos, o México voltou a ser sede da Copa do Mundo. Assim como na Espanha, essa foi a vez dos mexicanos se inspirarem um alimento típico do país como mascote: a pimenta-jalapenho."Pique" usava um sombreiro gigante, o uniforme da seleção mexicana e um bigodão.

Itália 1990: Ciao

7

"Ciao" foi a única mascote "sem vida" em Copas. Ele combinava a complexidade da geometria com a simplicidade de uma figura de jogador com uma bola como cabeça e as cores da Itália. Segundo os designers, o corpo de "Ciao" foi formado com base nas cinco letras da palavra "ITALY", em barras tricolores.

Estados Unidos 1994: Striker

8

Em 1994, a Warner Brothers fez a mascote da Copa do Mundo nos EUA. Nascia o cachorro "Striker" que, em inglês, significa atacante. Com ele, os EUA tentaram representar o esforço e a autossuperação de seu povo.

França 1998: Footix

9

O galo, símbolo da nação francesa e presente no escudo da federação de futebol, foi o escolhido como mascote da Copa de 1998. O seu nome, "Footix", é uma referência não só ao futebol, mas trata-se ainda de uma homenagem à seus conterrâneos gauleses famosos: Asterix e Obelix.

Japão e Coreia do Sul 2002: Ato, Nik e Kaz

10

A primeira Copa realizada em dois países teve as primeiras mascotes feitas por animação computadorizada. E foram três: Ato (laranja), Nik (azul) e Kaz (roxo). Os personagens tiveram seus nomes votados em uma enquete numa rede de fast-food nos EUA. Na criação, foi estabelecido também que os eles provém de um distante planeta, o Atmozone, onde se pratica o atmoball.

Alemanha 2006: Goleo 4º

11

O leão de pelúcia vestia uma camisa do uniforme alemão e tinha a companhia de Pille, uma bola de futabol falante. Porém, a escolha pelo símbolo da arquirrival Inglaterra teve pouca compreensão na Alemanha.

África do Sul 2010: Zakumi

12

Bem mais criativa que o leão alemão é a mascote da Copa de 2010: "Zakumi", o leopardo sul-africano. O felino é um animal natural da região, e o nome é alusivo ao país-sede: "ZA" é a abreviação internacional para a África do Sul e "kumi" significa o numeral dez em vários idiomas africanos, indicando o ano do evento.

Brasil 2014: Fuleco

13

A mascote da Copa desse ano, que acontece no Brasil, leva o nome que une a maior paixão brasileira, o futebol, e a ecologia: Fuleco. Mas, acontece que a população brasileira não está feliz com os gastos com os estádios. Dessa forma, nos diversos protestos contra a realização do Mundial, diversos Fulecos foram simbolicamente destruídos.

Próxima Matéria
Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+