Mundo Animal

Conheça Biscuit, a cachorra que possui uma coleção de crocs

0

Lavi Roz já gastou mais de 2 mil euros com roupas para a sua cachorra chamada Biscuit. Mesmo tendo diversos acessórios, Biscuit nunca os usa na rua, somente dentro de casa.

A mulher, que vive na Romênia, já comprou tanta coisa para a cachorra que considera comprar outro guarda-roupa para o animal. Isso porque ela não pretende parar de comprar roupas para a pet. O closet da cachorra estilosa conta até com um par de Crocs com cristais Swarovski.

De acordo com o jornal Mirror, tudo começou há aproximadamente 2 anos. No entanto, as compras aumentaram nos últimos 6 meses. Os looks são usados para a criação de vídeos para o Tik Tok. Biscuit já acumula mais de 15 milhões de curtidas no aplicativo e 20 mil seguidores no Instagram.

“Biscuit é tão paciente e gentil, ela faz o que eu peço. Um vídeo com ela usando sapatos não leva mais de um minuto para ser feito e depois disso eu a beijo e a abraço e lhe dou guloseimas”, disse a tutora ao jornal.

A maior parte das roupas da Biscuit é da seção infantil das lojas. A maioria dos sapatos da cachorra são Crocs.

 


Veja o closet da Biscuit:

@biscuit.superdog Insta: biscuit.superdog #foryou #closettour ♬ FEEL THE GROOVE – Queens Road, Fabian Graetz

“Pug influencer”está fazendo o maior sucesso nas redes sociais

Foto: Instagram/ riquezapug

Rico é um pug de 5 anos, morador de São Paulo, que chamou a atenção nas redes sociais pelo carisma. Os seus tutores mantêm uma conta no Instagram para o pequeno desde 2016. Desde então, o cachorro já acumula quase 30 mil seguidores na rede social.

O tutor de Rico, Felipe Ciarlini Tedesco é o responsável pelos post e aposta em fotos com alto nível de fofura, muitas fantasias e momentos hilários para engajar os fãs. Felipe afirma que criou a conta para compartilhar fotos engraçadas com seus amigos.

No entanto, ele não esperava que fosse viralizar e que conseguisse tantos seguidores.

“No início, o objetivo não era transformá-lo em um influenciador digital, mas o Instagram foi crescendo e começamos a receber diversos mimos. Ele foi o primeiro ‘dog influencer’ de uma empresa de transporte por aplicativo e ganhou até um código de desconto. Também já fez diversas campanhas, como de tapete higiênico e aplicativo de passeio. Foram surgindo várias oportunidades”, explica.

“A nova profissão do Rico já rendeu até dinheiro, por conta das campanhas publicitárias como ‘dog influencer’. Mas, ele costuma receber mais mimos do que fazer publiposts. Depois de três anos, ele já até acostumou a tirar várias fotos, mas a velha tática de mostrar um petisco funciona bem”, disse ao site Amo Meu Pet.

Felipe ainda falou que considera Rico um filho, “apesar de ter dificuldade em definir esse grau parentesco em casa, sinal de que ele é muito amado”. 

“Longe das câmeras ele é muito tranquilo, passa a maior parte do tempo dormindo ou roendo seu osso predileto. Mas, também tem seus momentos de safadezas e adora aprontar”, afirma.

Conheça Amora, a cachorra que esbanja glamour no Instagram

Foto: Instagram/ @avidacomamorinha

Outra cachorra que viralizou foi Amora, da raça shih tzu. A pet ficou famosa com um vídeo que “relata” a sua vida corrida, mesmo que suas fotos sejam na praia, restaurantes ou na beira da piscina.

Amora vive com seus tutores, Régis Andrade e Rochelle Lima, em Fortaleza, no Ceará. Por causa da sua formosura, sua conta no TikTok e Instagram já soma mais de 60 mil seguidores.

O vídeo em que a cachorra mostra a vida corrida de uma “caotricinha” foi compartilhado no dia 18 de março. Na narrativa, que sugere ser de Amora, ela afirma que postar fotos em lugares maravilhosos não significa que vive de férias.

De acordo com a narração, a cachorra trabalhou e muito para pagar o luxo e merece mais do que ninguém uma folga para recarregar as energias. A publicação recebeu vários comentários positivos.

Fonte: Amo Meu Pet

Fome no Brasil e como a desnutrição atrasa o desenvolvimento infantil

Matéria anterior

Preço das figurinhas do álbum da Copa 2022 dobra e vira piada

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos