• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Conheça a história do homem que sobreviveu a 8 campos de concentração nazista

POR Mateus Graff    EM História      26/10/17 às 18h02

A Fatos Desconhecidos já escreveu algumas matérias sobre o Holocausto, como os 9 truques que sobreviventes usaram durante o Holocausto e 14 imagens intensas de sobreviventes do Holocausto e o que eles pensam sobre. Hoje, caros leitores, não será diferente, e nós vamos contar para vocês o caso de um homem que sobreviveu a incríveis 8 campos de concentração nazista.

Em entrevista a BBC, tal sobrevivente revelou algumas experiências. O nome dele é Chaim Ferster, e vive na Grã-Bretanha desde 1946. Ele nasceu em uma família de judeus ortodoxos, na cidade de Sosnowiec, Polônia. Quando a Segunda Guerra Mundial começou, ele tinha apenas 17 anos de idade.

Sendo capturado

Em 1943, com 20 anos de idade, que ele foi capturado pelos nazistas. Nesses dois anos de guerra ele viveu os piores anos de sua vida. O homem passou por 8 campos de concentração diferentes e deve ter visto muita crueldade. Na entrevista, ele recordou quando os judeus temiam a expansão militar da Alemanha. "Podíamos ver os aviões alemães. Os nazistas invadiram Sosnowiec muito rapidamente. Lembro que os judeus estavam muito preocupados com tudo o que estava a ponto de acontecer", revela Ferster.

Depois das invasões, os judeus começaram a ser mandados para os campos de concentração. No meio dessa bagunça, ele conseguiu escapar de ser levado em 1942, quando sua mãe e irmão sumiram e seu pai morreu. Depois disso, um de seus parentes o aconselhou a aprender algo que seria útil para os alemães. Ele aprende a consertar máquinas de costura.

O começo dos campos de concentração

Quando foi preso em 1943, Ferster começou a passar pelos 8 campos de concentração e conta que foi obrigado a carregar blocos de cimento em temperaturas a baixo de zero. "Fazia um frio insuportável, uns 25 ou 26 graus abaixo de zero. Os soldados começaram a nos bater, gritando que não éramos rápidos. Muitos não podiam aguentar, tinham pneumonia. E alguns morreram", contou Ferster.

No final do ano em que ele foi preso, em 1943, existiu um surto de tifo, e Ferster pegou a doença. Muitos morreram, mas Ferster felizmente sobreviveu. Depois, o homem foi deportado para nada mais nada menos que Auschwitz. "Nos colocaram em um grupo. Todos nós, um grupo especialmente grande. Na manhã seguinte, alguns de nós foram selecionados para ir para os chuveiros", conta Ferster.

Lembram das câmaras de gás? Pois é, Ferster fez a seguinte declaração sobre tal lugar: "Fomos ali, na mesma sala com chuveiros onde outras pessoas tinham morrido com os gases. Mas, quando entramos, caiu água no lugar do gás e pudemos nos lavar."

Ele foi um dos poucos sobreviventes de Auschwitz. Porém, no mesmo ano, conforme a Alemanha ia perdendo a guerra, os nazistas aceleraram o plano de executar os prisioneiros judeus. Nisso, Ferster foi enviado para Buchenwald, outro campo de concentração. Lá, ele disse que achou que fosse morrer.

A liberdade

Ele afirma que já estava aguardando a morte, já que vários prisioneiros estavam sendo assassinados. Segundo conta, quando ele foi chamado para ser executado, o campo foi liberado. "De repente chegaram os aviões americanos e todos os soldados alemães fugiram. Meia ou uma hora depois, um tanque americano atravessou os portões do campo e os soldados (chegaram) gritando 'vocês estão livres, vocês estão livres!" conta.

Depois de receber a liberdade, ele descobriu que infelizmente apenas 2 membros da sua família ainda estavam vivos, sua irmã Manya e sua prima Regina. Depois da guerra, ele foi para Inglaterra e trabalhou como mecânico de máquias de costura até conseguir fundar sua própria empresa.

Você tinha ideia de que um homem poderia ter sobrevivido a 8 campos de concentração? Comente!




Matérias selecionadas especialmente para você

Via   BBC  
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+