Conheça a história triste do cachorro russo de duas cabeças

POR Natália Pereira    EM Mundo Animal      23/03/18 às 14h10

O ser humano é responsável por inúmeras atrocidades feitas no decorrer da história. E, vez ou outra, acabamos descobrindo algumas delas que aconteceram no passado e permaneceram escondidas por muito tempo. Elas, em sua maioria, nós fazem questionar sobre a capacidade humana e os horrores dos quais o homem é capaz de fazer. Essas pessoas horríveis realmente acreditam poder fazer o que bem entendem, apenas para suprir a sua curiosidade. E os outros acabam pagando por isso.

O caso do cachorro Russo de duas cabeças se encaixa perfeitamente nesse tópico, e não poderia ter tido um final mais triste. E, para torná-lo possível, muitos cientistas e médicos usaram a guerra como plano de fundo para as suas experiências. O responsável pelo caso foi um especialista em transplante famosos durante a Guerra Fria, chamado Vladimir Demikhov. Que, por sua vez, acabou fazendo um dos experimentos mais criticados.

O transplante

O seu trabalho ficou conhecido mundialmente e muitos acabaram considerando o experimento desumano. Mas, ainda assim, alguns outros especialistas como o Dr. John Conte chegaram a afirmar que Vladimir teria promovido um grande feito e que, se não fosse por ele, não saberíamos que o transplante é possível.

De acordo com alguns documentos, Vladimir teria feito cerca de 20 animais assim durante os anos 50 e 60, na Alemanha Oriental. Entretanto, a maior parte deles acabou morrendo poucos dias depois de "criadas". O surpreendente foi que um deles, mesmo em suas condições, conseguiu sobreviver durante 29 dias.

Em alguns dos seus experimentos, Vladimir tornou a sua ideia possível amputando a parte inferior de um dos cachorros. O animal manteve seu coração e pulmão e teve seus vasos sanguíneos interligados com o do outro animal.

Parte deles tiveram que ser costuradas, enquanto as suas vértebras foram interligadas com cabos plásticos. Mas, por mais horrendos que esses experimentos tenham sido, as quimeras criadas por Vladimir e sua equipe deram origem ao primeiro transplante de pulmão do mundo. Além disso, eles também foram responsáveis pela primeira operação de circulação na artéria coronária em animais.

As fotos abaixo, assim como o vídeo, mostram os animais que passaram pelo experimento.

O método

Os animais transplantados

1#

2#

3#

4#

As imagens chocantes desses animais são capazes de deixar qualquer um desolado. É triste imaginar como alguém pode ter feito isso, independente da época. Com certeza o conteúdo forte das imagens e do vídeo não é pra qualquer um. O que acharam do experimento feito por Vladimir Demikhov? Também ficaram horrorizados com ele?

Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+