• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Conheça Mae Jemison, a primeira astronauta negra a ir para o espaço

POR Mateus Graff    EM Curiosidades      18/10/18 às 14h06

Vocês sabem como o machismo, ao longo dos anos, esteve presente no mundo em que vivemos. Agora imaginem uma mulher, negra, sendo astronauta na década de 1990... Esse foi o caso de Mae Carol Jemison, uma grande mulher que nasceu no dia 17 de outubro de 1956, nos EUA.

Só para vocês terem uma ideia, quando ela nasceu, a NASA nem permitia que mulheres fossem astronautas, mas felizmente isso mudou. Mulheres negras então, como é o caso de Jemison, jamais teriam chances na década de 1950. Mas isso não impediu que ela fosse atrás de seus sonhos. Jemison se formou em Engenharia Química na Universidade Stanford e depois fez Medicina na Universidade Cornell.

E foi no ano de 1987 que Jemison conseguiu entrar para a NASA. Cinco anos depois ela fazia algo que nenhuma mulher negra tinha conseguido: fazer parte da tripulação da missão STS-47, que orbitou a Terra do dia 12 ao dia 20 de setembro de 1992.

Mas afinal, quem é essa mulher, que em meio a um mundo cheio de preconceito, conseguiu um feito como esse? A gente conta um pouco da sua história.

A vida de Mae Carol Jemison

Jemison era a caçula de três irmãos. Sua família, de classe baixa, não tinha cientistas, nem nada do tipo. Sua mãe era professora e seu pai um "faz-tudo" em uma organização sem fins lucrativos. Jemison começou a dançar quando tinha apenas 11 anos de idade. Quando ela estava para acabar o ensino médio, Jemison se apaixonou pela Medicina, mas também queria se tornar uma dançarina profissional.

Sua escolha? Como citamos na introdução, ela se tornou médica. Em 1981, depois de se formar, ela foi voluntária em um campo de refugiados cambojanos na Tailândia. Ela também fez parte da equipe médica das Forças de Paz em Serra Leoa e na Libéria.

Depois disso, começou a luta para entrar na NASA. Enquanto trabalhava como médica em Los Angeles, Jamison se inscreveu em um programa de formação de astronautas da NASA. Eram cerca de 2 mil candidatos e apenas 15 pessoas foram selecionadas. Ela então trabalhou os quatro anos seguintes para a equipe de apoio de lançamentos no Kennedy Space Center, na Flórida.

Depois, já incluída na missão STS-47, Jemison foi responsável por investigar células ósseas durante o voo. Entre os experimentos, ela observou como os girinos se desenvolveriam em um ambiente sem gravidade.

Depois da missão, Jemison saiu da NASA no ano de 1993. Ela disse que tinha interesse em estudar a fundo como a tecnologia espacial pode interagir com o dia a dia das pessoas comuns. Dois anos depois, ela lançou um programa internacional de ciência para crianças, chamado de "The Earth We Share" (A Terra Que Compartilhamos). Hoje em dia, ela também lidera a "100 Year Starship", que planeja enviar pessoas além do Sistema Solar nos próximos 100 anos.

Gostou da história de Jemison? Não esqueçam de deixar um comentário aqui embaixo!

Próxima Matéria
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+