icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Conheça o robô de 1,6 tonelada que bateu um novo recorde no Guinness

POR Erik Ely EM Curiosidades 14/02/20 às 15h30

capa do post Conheça o robô de 1,6 tonelada que bateu um novo recorde no Guinness

Recentemente, o canadense Jonathan Tippett, de Vancouver, entrou para o Guiness Book, o livro dos recordes, com o maior exoesqueleto tetrápode já criado. Para isso, ele precisou criar um robô de 1,6 tonelada e que se move a até 36 km/h.

De acordo com o criador, a ideia é criar um novo tipo de esporte, onde a máquina amplifica a habilidade física de seus pilotos. Com isso, Prosthesis (Prótese) possui quatro patas e "presas" frontais, que a fazem parecer um elefante. Além disso, ele possui 3,96 metros de altura, 5,1 metros de comprimento, 5,51 metros de largura e pesa quase 1.600 quilos.

Competição de gente grande, ou melhor, robô grande

Para ganhar vida, a máquina é controlada por um piloto no cockpit, que "veste" um mecanismo que transmite seus movimentos para os quatro membros da máquina. Sendo que todos eles, são movidos por um sistema hidráulico. Contudo, apesar da fama, Prosthesis não pode ser considerado um robô, já que é incapaz de se mover sozinho. Dessa forma, tudo é alimentado por uma bateria de 96 volts, feita sob medida e que é capaz de fornecer 36 Kwh.

De acordo com Tippett, a ideia era construir "uma máquina que celebrasse a eterna busca pelo domínio físico e habilidade humana". Por isso, ele utilizou a tecnologia moderna para criar um esporte totalmente novo. Desse modo, todo o processo levou cerca de 13 anos. Para se ter uma ideia, foram 9 anos de planejamento e 1 de construção. Depois disso, foram mais 3 anos de testes até que o projeto pudesse ser lançado. Para conferir um pouco do funcionamento do gigante, basta assistir ou vídeo a seguir, ou clicar aqui.

Apesar do tamanho, Prosthesis é bastante frágil, e pode atingir um máximo de 32 km/h. Além disso, seu criador já adianta que pretende criar um novo esporte com a máquina. Dessa forma, ele "colocará piloto contra piloto em imensas e ágeis máquinas elétricas de alta potência, em corridas off-road". Para isso, ele já está trabalhando em uma segunda geração da máquina, que é menor e mais ágil.

Robôs gigantes enfrentando robôs gigantes

Para a construção do gigante, Jonathan utilizou tubos de aço 41xx (chromoly), um material de alto desempenho normalmente usado na indústria aeroespacial e de carros de corrida. Além disso, "o coração da máquina é uma bateria de 96 volts e 36 kWh de íons de lítio. Tudo projetado sob encomenda", explicou Jonathan. Em seguida, "isso aciona dois motores elétricos CA, que acionam duas bombas hidráulicas. Depois disso, elas fornecem fluxo de fluido para os cilindros hidráulicos, que produzem até cerca de 5 mil quilos de força cada". No entanto, para tudo isso funcionar, um piloto treinado precisa operar a máquina.

De acordo com Jonathan, criar Prosthesis é a realização de um sonho. "Ser o detentor do título do Guinness World Records é um privilégio emocionante. Quando eu era criança, costumava ler o livro e folhear cada página com muita admiração. Contudo, eu não pretendia ser detentor de um título de recorde. Mas, de fato, é realmente gratificante, não apenas para mim, mas também para toda a equipe que trabalhou no projeto", completou Jonathan.


Próxima Matéria
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest