• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Conheça o terrível naufrágio que foi maior que o do Titanic

POR Jesus Galvão    EM História      09/08/18 às 15h10

Apesar de muitas pessoas acreditarem que o Titanic tenha sido o maior navio a naufragar na História das embarcações, o navio cruzeiro alemão, Wilhelm Gustloff, que afundou em 30 de  Janeiro de 1945, é verdadeiramente o dono deste posto. O navio nazista que transportava civis e militares foi atingido por três torpedos de um submarino soviético e deixou mais de 9 mil mortos nas águas gélidas do Mar Báltico.

O navio levou cerca de 1 hora para afundar completamente. Os termômetros naquele dia marcavam cerca de 18 graus negativos, o que basicamente anulava as chances de sobrevivência daqueles que não conseguiram ser resgatados. Os botes salva-vidas, devido as baixas temperaturas, teriam congelado no convés, o que tornou tudo mais difícil para os civis e militares a bordo.

O naufrágio

A última viagem do Wilhelm Gustloff, antes de seu naufrágio, teria sido para a cidade portuária na Polônia, Gotenhafen. Ele foi batizado pelo próprio Hitler e seu nome foi dado em homenagem a um líder nazista que foi assassinado em 1936. A embarcação tinha 208 metros de comprimento e nos últimos meses da guerra, estava sendo utilizado para resgate de soldados e civis feridos.

Na noite do incidente, cerca de 10 mil passageiros estavam abordo do Wilhelm Gustloff, o que basicamente consistia em refugiados vindos da Pomerânia, da Prússia Ocidental e Oriental. De todo montante, apenas 1.252 passageiros sobreviveram. Entre eles, mulheres, crianças e alguns integrantes da Marinha alemã.

Muitos acreditam que o naufrágio do Wilhelm Gustloff poderia ter sido evitado. Uma vez que as condições de segurança para a partida do navio não estavam adequadas. Apenas um torpedeiro fazia a segurança da embarcação. Militares especialistas acreditam que se a rota do navio tivesse seguido as águas rasas ao longo da costa, acompanhado de uma escolta e numa velocidade acima dos 12 nós que o capitão Wilhelm Peterson executou, o Gustloff não teria sido abatido.

Outras pessoas acreditam que o naufrágio também possa ter ocorrido por sabotagem. Uma mensagem recebida poucas horas antes do primeiro torpedo ser disparado afirmava que navios caça-minas estavam na rota da embarcação. As luzes da embarcação então foram acesas, porém, nenhum navio caça-minas foi encontrado.

No entanto, o barco iluminado facilitou bastante o trabalho de localização dos tripulantes do submarino russo, responsável pelo lançamento dos torpedos. O capitão do navio russo, supostamente, foi condecorado com uma medalha de herói da União Soviética.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Via   Terra     Jornal GGN     Supercurioso  
Imagens DW
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+