CuriosidadesNatureza

Curtir story? Não! Os machos dessas aranhas flertam lançando passinho!

0

Depois que o Instagram liberou a opção de curtir story, até as pessoas mais tímidas passaram a ter uma discreta maneira de manifestar seu interesse romântico. No entanto, no mundo das aranhas-lobo, os machos precisam ter muito mais jogo de cintura que isso para conseguirem acasalar.

Nesse sentido, cientistas avaliaram 44 performances de dança que os machos fizeram para atrair suas fêmeas. Logo, perceberam que os 9 indivíduos que se deram bem foram os 9 que fizeram a coreografia mais complexa. Sendo assim, os pesquisadores identificaram esse forte critério das progenitoras na hora de escolher quem vai procriar com ela.

Fonte: Rogério Bertani

Hoje sim, Faro!

Para descobrir essa preferência, o pesquisador Noori Choi retomou um experimento iniciado por sua orientadora de doutorado Eileen Hebets. Dessa forma, ele colocou uma aranha fêmea dentro de um câmara de vidro. Em seguida, o estudioso inseriu, separadamente, os machos que queriam cortejar a dama.

Além da câmera, o cientista também contou com um vibrômetro, aparelho que ficou responsável por captar qualquer vibração que o macho pudesse vir a emitir. Vendo e escutando 44 apresentações, a investigação conseguiu chegar a algumas conclusões importantes.

Basicamente, os pesquisadores notaram que os machos que se deram bem foram aqueles mais criativos na hora de mandar o passinho. Ou seja, não foram performances remotas e previsíveis. Pelo contrário, esses shows eram cheios de mudanças de ritmos e flexões de apêndice.

“Queríamos entender por que os machos usam sinais complexos em vez de apenas simples. Sinais complexos consomem muita energia e tempo para serem produzidos e podem até aumentar o risco de atrair predadores”, disse Nori Choi, um dos autores do artigo.

Porém, independente da chance de atrair predadores, a intenção máxima dessas aranhas é conseguir a parceira. Aliás, não basta apenas ter a companheira, os machos também se importam com o tamanho da fêmea, o qual, quanto maior, tem mais chances de ter grandes proles.

Sendo assim, diante dessas cobiçadas fêmeas grandes, as aranhas-lobo macho se esforçam ainda mais em apresentar passinhos encantadores. Em resumo, o processo de acasalamento tem um complexo processo seletivo.

“Vemos isso em muitos outros grupos de animais, mas as pessoas geralmente ficam surpresas quando veem aranhas se envolvendo nesses comportamentos sofisticados. Elas são tão sofisticadas quanto qualquer outro animal quando o assunto é comunicação”, ressalta Noori.

Queridos por elas

Diante do “concurso” que as aranhas fêmeas implementaram aos machos, os cientistas não sabem de onde elas tiraram esse apreço pelos dançarinos inovadores.

Todavia, algumas hipóteses estão no ar. Um dos palpites dos estudiosos é que as complexas danças comprovem para as damas que aquele sujeito possui uma característica que ela quer. Nesse sentido, não é a coreografia em si que chama a atenção da fêmea, e sim um certo aspecto que aquele show mostra do macho.

Fonte: Pixabay

Vale lembrar que já existem pesquisas que revelam o que as fêmeas dessas aranhas buscam em um macho: vigor. Sendo assim, uma tese é que a complexidade dos movimentos de dança apresenta justamente pujança que a progenitora que esteja em sua cria.

Por fim, uma outra análise é que essas aranhas entram em tédio ao perceberem que os machos fazem danças comuns demais. Sim, da mesma forma que os seres humanos, as fêmeas desses aracnídeos se irritam com cantadas repetidas.

Logo, cabe aos cavalheiros encontrarem formas de impressionarem a donzela, e para isso, eles precisam lançar mão de muita criatividade. “Existem muitos estudos que mostram que os animais preferem novidades, de alguma forma. A complexidade crescente, especialmente ao longo do tempo, pode até ser pensada como uma novidade – os machos constantemente mudando as coisas para manter o interesse das fêmeas”, explica Noori.

Fonte: Super Interessante

Nada apaga o fogo da Carolina Reaper, a pimenta mais ardida do mundo!

Matéria anterior

Agência Espacial Brasileira confirma lixo espacial encontrado no Paraná

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos