Descoberta mensagem secreta dentro de uma bala da 2ª Guerra Mundial

POR André Quincas    EM Entretenimento      03/02/16 às 14h36

A segunda grande guerra determinou a organização do mundo de tal forma que ainda na atualidade lembramos desse episódio que dividiu o mundo em dois. Após a guerra sangrenta, começou a Guerra Fria, que por sua vez ratificou a supremacia da ordem capitalista no mundo, mas como mencionado, a guerra que envolveu todo o mundo é lembrada e mesmo estudada até hoje.

Submarinos, esconderijos, obras de arte ou mesmo cartões postais enviados pelos soldados. De tempos em tempos os pesquisadores se deparam com achados da segunda guerra que os ajudam a descobrirem mais sobre as práticas e estratégias usadas durante os conflitos. Em 2012, um casal na Inglaterra encontrou na chaminé de sua casa uma cápsula presa a uma pata de um pombo correio. A cápsula continha uma mensagem que havia sido enviada para os britânicos na segunda guerra, mas que não tinha chegado ao destino certo.

Mas não são apenas os estudiosos que se interessam pelas relíquias da Segunda Guerra. Muitas pessoas em toda a Europa dedicam seu tempo livre a encontrar objetos da época em locais identificados como campos de batalhas. Essa prática é condenada pelos arqueólogos e pelos veteranos de guerra, mas as pessoas não se importam. Pegam seus detectores de metal, vão a campo e acabam encontrando objetos como etiquetas de identificação dos soldados, medalhas, capacetes etc.

qq

A mais recente descoberta de "valor" foi feita por caça tesouros da cidade de Toscana, na Itália. Eles encontraram um projétil invertido decidiram abri-la. A mensagem trazia uma instrução para os soldados italianos e orientava-os a pegarem as granadas lançadas pelos soldados alemães e lançá-las de volta. A princípio não faz sentido, mas explicaremos o que ocorreu.

Em Setembro de 1943, o Rei Victor Emanuel III e o primeiro ministro italiano Pietro Badoglio assinaram a rendição incondicional da Itália em Cassibile. Os nazistas confiscaram todos os equipamentos de guerra dos italianos, incluindo suas granadas. As grandas italianas contavam com uma espécie de dispositivo de segurança que era um segundo pino. Logo, eles tinham que retirar dois pinos das granadas para efeito da explosão. Mas os alemães não sabiam disso.

qqqq

Depois da rendição, muitas tropas italianas permaneceram fiéis a Mussolini e continuaram lutando contra os aliados nazistas. Mas em Agosto de 1944, Roma e Florença estavam nas mãos dos aliados e poucos soldados italianos estavam nos campos de batalha. Os soldados reparam que as granadas jogadas pelos nazistas não explodiam e usaram o projétil com com a mensagem criptografada para contar à outra parte da resistência italiana o que estava acontecendo.

A mensagem codificada dizia: "Eles jogam granadas, nós tiramos os pinos e jogamos de volta". O código na parte inferior da frase diz: "Avisem - Reforços não serão necessários. Não baixaremos a guarda".

qqqqq

A prática de esvaziar balas para esconder mensagens, realmente não era incomum durante a Segunda Guerra. Os projéteis eram pequenos e fáceis de transportar, esconder e os soldados poderiam facilmente jogá-los fora caso fossem capturados. Esse achado em toscana revela uma estupidez dos nazistas. O que você achou?

André Quincas
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento tem o único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+