Curiosidades

Empresa de Elon Musk ensina macacos a jogar vídeo game com a mente

0

Recentemente, um novo projeto do centibilionário Elon Musk ganhou espaço nos maiores veículos de comunicação. Conforme expôs uma reportagem publicada pela Sky News, um dos veículos que realizou uma cobertura sobre o projeto, a Neuralink, empresa de implantes cerebrais de Elon Musk, deixou o mundo inteiro surpreso ao mostrar um vídeo de um primata – Pager, um macaco de nove anos – jogando videogame com a mente. O macaco consegue realizar a façanha por possuir “um implante sem fio em seu crânio”.

Neuralink

A Neuralink Corporation, empresa de Elon Musk e outros investidores que possuem negócios atrelados a SpaceX e a Tesla, ganhou destaque na mídia após alegar ter implantado sensores sem fio do tamanho de moedas no interior do cérebro de dois porcos.

Agora, a empresa apresentou um novo projeto, mas, desta vez, colocando um primata em foco. Pager, o macaco utilizado no novo projeto, ficou conhecido quando aprendeu a interagir com um computador. Sempre que atendia os comandos estabelecidos, o primata ganhava um saboroso smoothie de banana, o qual consumia com o uso de um canudo.

Por ter demonstrado um resultado satisfatório, a equipe que coordena a Neuralink Corporation resolveu implantar no cérebro do macaco um minúsculo dispositivo que lança sinais ao córtex motor. O dispositivo em questão foi implementado em uma área do cérebro que coordena os movimentos das mãos e dos braços.

“Nosso objetivo é permitir que uma pessoa com paralisia possa utilizar o computador, o telefone ou qualquer outro dispositivo com comandos lançados pelo córtex motor”, diz um dos membros da equipe que atuou ativamente no novo projeto de Musk.

Durante uma palestra realizada em fevereiro, por meio do aplicativo Clubhouse, Elon Musk, além de apresentar o novo projeto, revelou que o dispositivo, por ser minúsculo, não coloca em risco a vida de Pager e não causa nenhum tipo de incômodo. “Ele é um macaco feliz”, pontuou o centibilionário.

Musk, em meio a palestra, também revelou que um inspetor do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos visitou as instalações da Neuralink Corporation para verificar se o primata estava recebendo os cuidados necessários. De acordo com a reportagem publicada pela Sky News, o inspetor descreveu o laboratório da empresa como “a instalação mais legal” que eles já foi vista.

“Cuidamos muito bem de Pager e dos outros macacos que estão em nosso laboratório”, disse Musk. “Uma das coisas que queremos agora é deixar os macacos que possuem os dispositivos jogar vídeo game entre eles. Isso seria muito legal”.

Por dentro do projeto de Musk

O minúsculo dispositivo implantado no cérebro do macaco que a empresa desenvolveu tem mais de 3.000 eletrodos, presos a fios flexíveis que medem cerca de um décimo do tamanho de um fio de cabelo, capazes de monitorar cerca de 1.000 neurônios.

O objetivo principal do novo projeto é criar uma interface cérebro-computador para promover novas formas de tratamento para pessoas que foram acometidas por lesões cerebrais e espinhais.

De acordo com o cirurgião-chefe do Neuralink, Matthew MacDougall, em breve, novos testes serão realizados em pacientes com paralisia ou paraplegia. A data para o início dos testes em questão não foi divulgada. Segundo um comunicado emitido pela empresa, a tecnologia pode contribuir para encontrar a cura para doenças neurológicas como, por exemplo, Alzheimer e demência, bem como também perda de memória, perda de audição, depressão e insônia.

Quem será o próximo duque de Edimburgo?

Matéria anterior

Superlua Rosa quando acontece e como observar

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.