Entretenimento

Entenda sobre a nova cepa da Influenza A (H3NE)

0

Em meio à pandemia do coronavírus, o Brasil enfrenta outro problema: o crescente número de casos do vírus da Influenza A (H3NE).

De acordo com informações divulgadas pela BBC, a cepa que está em solo brasileiro provavelmente veio do Hemisfério Norte, que enfrenta o inverno no momento. Outro fator é que a cepa que está no Brasil é a mesma que está na Europa e nos Estados Unidos.

O vírus influenza A (H3N2) surgiu em Hong Kong nos anos 60. Neste ano, o vírus sofreu uma nova mutação na Austrália. No Brasil, pessoas que pegaram essa versão da Influenza A ocupam prontos-socorros e internações nos hospitais do Rio de Janeiro e São Paulo. 

Apenas no Rio de Janeiro já foram registrados mais de 23 mil casos da doença. Enquanto isso, a capital de São Paulo já teve 19 internações, até o momento. Outro local preocupante é a Bahia, que já contabilizou a primeira morte relacionada ao vírus. A nova cepa também já teve casos registrados em Rondônia e no Espírito Santo.

Uma grande preocupação é que, de acordo com informações divulgadas pela Folha de S. Paulo, a nova cepa é resistente às vacinas de Influenza que estão sendo aplicadas no momento. No entanto, como são atualizadas anualmente, as vacinas de 2022 devem contar com proteção para a nova variante, chamada de Darwin.

O jornal também informou que a letalidade é menor quando comparada à covid-19. Porém, os sintomas são piores, com febre alta, calafrios, dor de cabeça e mal-estar. Um perigo é que em crianças, a doença pode evoluir para pneumonia e otite. Já os idosos são o principal grupo de risco, especialmente os acima de 70 anos.

Após registro da nova variante, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou uma nova formulação para as vacinas da Influenza que serão aplicadas em 2022, agora com proteção contra a H3N2 Darwin. Mas vale lembrar que a vacina à disposição “ajuda a pelo menos reduzir a hospitalização”, diz Cristina Bonorino, imunologista da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) em entrevista ao Uol.

Principais sintomas da H3N2?

Os principais sintomas provocados pela cepa Darwin são febre alta, dor no corpo, nariz congestionado, tosse, inflamação na garganta e fortes dores de cabeça. Em alguns casos pode ocorrer vômito e diarreia.

Como se prevenir do vírus da Influenza

Prefeitura de Santos

De acordo com os especialistas, o método de prevenção é o mesmo utilizado para a covid-19, como usar máscaras, higienizar as mãos com frequência e evitar tumultos e aglomerações.

Além disso, pessoas que possuem sintomas deste vírus precisam se isolar por até seis dias. A recomendação é só sair de casa 24 horas após a temperatura cair para 36°C.

Segundo informações disponíveis no site da Fiocruz, outras medidas preventivas são alimentar-se bem, estar hidratado e não compartilhar itens de uso pessoal.

Tratamento para a Influenza (H3NE)

Especialistas recomendam que pacientes com esse novo vírus devem fazer o mesmo tratamento indicado para a gripe comum. Para casos leves, pode-se usar apenas remédios para conter os sintomas, mas em casos graves pode ser necessário internação.

Fonte: Uol, Folha de S. Paulo

A lua cheia mais longa de 2021 está prestes a acontecer

Matéria anterior

Pessoas que ganharam na loteria e perderam tudo!

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos