Esse homem produz sua própria comida há nove meses em seu quintal
Tempo de leitura:2 Minutos, 45 Segundos

Esse homem produz sua própria comida há nove meses em seu quintal

Todos sabemos que uma boa alimentação pode influenciar sim na nossa saúde e na disposição que temos para enfrentar o dia a dia. O segredo não está em apenas comer frutas e legumes. Mas sim em fazer uma dieta equilibrada, com todos os alimentos em quantidades certas. Isso porque o nosso corpo precisa de um pouco de cada alimento, para que tenhamos uma vida saudável.

Mas vários fatores podem afetar na alimentação. O crescimento populacional, por exemplo, é uma tendência futura inevitável. Não há o que fazer quanto a isso. Segundo dados da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, é estimado que, até 2050, haja 10 bilhões de pessoas no planeta. Serão mais de 2,5 bilhões de pessoas a mais do que existe hoje. E olhando para esse futuro não tão distante, uma das principais preocupações é como alimentar tantas pessoas, sem degradar ainda mais o meio ambiente.

Isso pode não ser um problema que passe pela sua cabeça. Mas existem pessoas que parecem já se preocupar com isso e já estão preparadas para o futuro. Uma dessas pessoas é o tatuador Alessandro Vitale, de 29 anos. Há nove meses, ele não vai mais ao supermercado. Isso porque ele produz seus próprios vegetais na sua pequena horta, que tem em casa.

Horta

O tatuador é italiano, mas mora em Londres há seis anos. Ele decidiu transformar um pequeno espaço ao ar  livre, que tinha em um jardim urbano. E nesse espaço Vitale, produz frutas e vegetais  variados.

O homem aprendeu que, ao invés de estocar comida, ele podia produzir suas próprias hortaliças durante o isolamento. Vitale usou a pequena área compartilhada do seu prédio, de 8×5 metros, para fazer isso.

As preocupações de Vitale eram sua saúde, seu bolso e o meio ambiente. Com isso em mente ele começou a produzir os seus vegetais 100% orgânicos. Para controlar as pragas em seu cultivo, o homem usa urtiga colhida de um parque da região onde ele mora. O tatuador também usa babosa par fazer um fertilizante.

Colheita

Na primeira colheita desse ano, Vitale conseguiu produzir uma quantidade impressionante de 30 tipos de vegetais diferentes. Dentre eles, estavam repolho, cenoura, alho, erva-doce, alho-poró, couve-flor e brócolis.

A horta dele deu impressionantes 35 quilos de tomates em somente seis pés da planta. Além disso, Vitale também colheu 10 quilos de 17 tipos diferentes de pimenta.

Os tomates não foram desperdiçados. Como o tatuador é italiano, ele usou receitas de sua avó e transformou vários dos tomates em molhos para massas, para ele passar o inverno todo preparado.

Hobby

“Quando eu era criança, ajudava meu avô no jardim. Lembro que ele importava sementes de pimenta de todo o mundo e tinha toneladas de plantas. Eu não podia nem chegar perto quando eles estavam sendo colhidas porque eu meus olhos enchiam de lágrimas com o cheiro. Mas, desde então, esse amor pela natureza e jardinagem cresceu e é algo que sempre gostei como hobby”, disse ele.

Vitale trabalha todos os dias, 45 horas por semana. Mas, assim que ele volta para casa ele fica algumas horas cuidando do seu jardim. Além de tatuador, agora, Vitale dirige seu próprio canal no YouTube chamado “SpícyMoustache”. Lá, ele compartilha dicas de jardinagem urbana e incentiva as pessoas a criarem seus próprios espaços verdes urbanos.