Esses são os maiores inimigos do ser humano fora da Terra

POR Mateus Graff    EM Ciência e Tecnologia      11/07/17 às 19h07

Bom, poderíamos ter vários inimigos fora do planeta Terra, e quando se fala do assunto, a primeira coisa que vem na cabeça das pessoas são os alienígenas, certo? Mas é exatamente nesse ponto que todo mundo se engana, pois, segundo especialistas, os maiores inimigos dos homens no momento são nada mais nada menos que os fungos.

Estamos afirmando isso, caros leitores, pelo fato dos cientistas da Agência Espacial Americana (NASA) estarem estudando uma forma de impedir que alguns tipos de fungos se proliferem em futuras habitações dos humanos em outros planetas, como na Lua ou em Marte, por exemplo.

Alguns tipos de fungos, como aqueles que pode causar alergias, asmas e infecções na pele, aumentam quando os humanos estão em lugares que podem ser futuras habitações dos humanos fora da Terra. O estudo aponta que esse "vilão" que pode impedir a exploração espacial foi publicado na última segunda-feira (10/07/2017) no periódico científico "Microbiome".

Segundo a NASA, uma comunidade humana poderá estar em Marte a partir da década de 2030, mas antes temos que resolver esse problema. De acordo com Kasthuri Venkateswaran, um cientista do laboratório de propulsão a jato da NASA, é a primeira vez que surge um relatório sobre microbioma de um habitat simulado para a futura habitação de humanos em outro planeta.

Segundo Kasthuri, essa pesquisa mostra que a diversidade de fungos em geral muda com a chegada dos humanos. Determinados tipos de fungos, incluindo aqueles que causam alergias, asmas e até infecções de pele, como já citamos, aumentam quando os humanos estão em ambientes simulados para o espaço.

Ficar dias em ambientes fechados pode ser algo estressante para um astronauta, e por isso acontece a diminuição da resposta imunológica dos seres humanos, aumentando a vulnerabilidade aos malditos fungos. "Os fungos podem sobreviver a condições difíceis, como desertos, cavernas ou regiões de acidentes nucleares e são conhecidos por serem difíceis de erradicar em outros ambientes", afirma Kasthuri.

O estudo foi feito da seguinte maneira: três tripulações ficaram alojadas no ILMAH (Habitat Análogo Inflável da Lua e de Marte) por cerca de 30 dias. Para que eles pudessem determinar quais espécies de fungos podiam estar presentes e como a composição do bioma mudou, amostras foram coletadas em pontos do ambiente durante os 30 dias. O lugar estava completamente isolado do mundo externo, exceto da troca de ar filtrado.

Sendo assim, os especialistas puderam comprovar que as populações de cladosporium cladosporioides, um fungo muito comum ao ar livre, aumentaram. Esse fungo, que dificilmente pode causar infecções nos humanos, no estudo pode causar reações asmáticas, principalmente em humanos com sistemas imunológicos fracos, como os astronautas podem ficar. Sendo assim, a maior dificuldade do homem em ir habitar outro planeta, caros amigos, por incrível que pareça, é causada pelos fungos.

E aí, já tinha imaginado que um dos problema para o homem habitar outro planeta poderia ser, simplesmente, fungos? Não esqueça de deixar o seu comentário!

Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+