Ciência e TecnologiaCuriosidades

Facebook vai atualizar e algumas pessoas podem não gostar muito dessa mudança

0

Provavelmente a maioria de vocês conhecem o aplicativo Snapchat, pois bem, ele permite o envio de fotos e vídeos, tanto para particulares quanto para grupos restritos e em formato público. Esse app tem crescido e feito tanto sucesso que a rede Facebook decidiu investir em algumas alterações em suas funções. E elas já estão sendo aplicadas em alguns países. A principal consiste em poder responder qualquer atualização de status.

Segundo um dos porta-vozes da empresa esse é um esforço para “dar às pessoas diferentes ferramentas para compartilhar diversão e conteúdo expressivo, com seus amigos.” Essa ferramenta está sendo testada tanto em sistema IOS quanto em Androids, além da web.

Alguns prints desse teste foram divulgados através do Twiter, confira abaixo. Ao que parece, para utilizar essa ferramenta basta clicar no ícone da câmera, que normalmente usaríamos para inserir fotos ou imagens como resposta. Se tudo correr bem, esse recurso nos permitirá gravar vídeos para utilizar como resposta.

01

A empresa afirmou que os vídeos são iniciarão sozinhos e funcionarão da mesma forma como as postagens de vídeos na timeline. A tentativa de enfatizar os vídeos na rede é muito grande, e bastante perceptível, sendo um meio de trazer mais consumo à rede.

Publicar um vídeo, e assistir a um, com a resposta parece ser mais interessante do que digitar ou ler. O  Facebook calculou algo em torno de 100 milhões de horas já assistidas através da rede. E ao que tudo indica, as pessoas estão se acostumando cada vez mais com as câmeras e se sentindo confortáveis frente a elas.


Esse é exatamente o padrão que o Snapchat usa, postagens de vídeos e respostas através de vídeos. E o Facebook está tentando utilizar o mesmo formato, sem deixar o tradicional. Mas a espera é de que as pessoas se comportem da mesma maneira que no outro app.

02.

Como é um teste, o Facebook se recusou a especificar em quais países está “liberada” a função. Justamente por ser apenas um teste não há nenhuma garantia de que será efetivado.

A grande preocupação em relação ao Brasil é que, aparentemente, nós brasileiros não sabemos bem como lidar com esse tipo de tecnologia e acabamos por fazer o uso da forma mais incorreta e desnecessária possível. O jeito é esperar para saber se essa função chegará até nós e como reagiremos.

Galera, é isso aí. O que acharam da matéria? Sugestões, dúvidas, correções? Não se esqueçam de comentar com a gente!

7 fetiches japoneses que são simplesmente ridículos

Matéria anterior

10 coisas que só as pessoas que odeiam bebida alcoólica vão entender

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos