Homem mantém a mão erguida por mais de 40 anos

POR A redação    EM Curiosidades      08/08/14 às 16h13

O indiano Sadhu Bharati mantém sua mão erguida há mais de 40 anos. Em um país onde a maioria da população é formada por pobres, Sadhu se sentiu inquieto por ter uma boa condição financeira, então em 1973, o homem que é devoto de Shiva, um dos deuses hindus, deixou seu emprego, a esposa e os três filhos. Abdicou-se dos seus bens materiais e decidiu homenegear sua divindade.
O início da vocação

Ele viveu os seus três primeiros anos como um mendigo, dependendo de caridade para comer e levando consigo apenas um tridente de metal, conhecido como trishula que os hindus acreditam ser o instrumento usado por Shiva para destruir a ignorância do homem.
Mas ele ainda não estava satisfeito, foi quando decidiu fazer algo mais radical, ele decidiu erguer seu braço direito ao céu e não o baixou mais, prática normal entre os hindus.

O homem declarou para os jornalistas que sua atitude era um protesto em prol da paz mundial. De acordo com o homem, no início o formigamento e as dores o incomodavam, mas com o passar do tempo elas foram diminuindo e o braço já ficava ereto sem qualquer esforço.

Especialistas explicam que com o passar dos anos os músculos do braço atrofiaram e houve calcificação nas juntas, além de uma notável diferença de tamanho em relação ao braço esquerdo.

O indiano também resolveu não cortar as unhas de sua mão direita, desde o levantamento do braço, visto que teria que baixá-lo para conseguir fazê-lo. Suas unhas cresceram desde então, enrolando-se em espiral ao redor de seus dedos.

1

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+