Curiosidades

Índia registra o primeiro caso de um ”viciado em Netflix”

0

Muitos de nós gastamos o final de semana inteiro vendo séries e diversos outros conteúdos disponíveis na Netflix. Mas é provável que nenhum de nós consiga superar esse usuário indiano, que passava cerca de 7 horas por dia transmitindo os conteúdos da plataforma. O homem, de 26 anos de idade, precisou passar por tratamento para controlar o vício que já estava lhe causando malefícios como cansaço visual, fadiga e ciclos de sono irregulares.

O médico Manoj Kumar Sharma, chefe do Serviço para Uso Saudável da Tecnologia (SUST) do Instituto Nacional de Saúde Mental e Neurociências em Bangalore, na Índia, afirmou que o comportamento compulsivo do homem, que teve sua identidade preservada, o ajudou a superar os problemas que vinha enfrentando em sua vida há muito tempo.

Os riscos da tecnologia

Netflix Addiction 600x338, Fatos Desconhecidos

“Sempre que sua família o pressionava para ir ganhar a vida, ou quando via seus amigos indo bem, ele assistia aos programas disponíveis continuamente. Era como uma válvula de escape. Ele podia esquecer seus problemas, e ele tinha imenso prazer em fazê-lo”, contou Sharma.

O serviço de streaming da Netflix já representa cerca de 15% de todo tráfego de downstream da internet. Para termos uma noção, segundo informações cedidas pela própria empresa, um usuário comum gasta cerca de 50 minutos por dia na plataforma. E para evitar que alguém acabe se tornando um “viciado” no uso da tecnologia, Sharma alerta para o uso consciente, e não para a utilização como um mecanismo de escape.

Thumb User 1822106 2015 10 23 17 27 08 600x343, Fatos Desconhecidos

Uma nova onda, muito positiva, tem tomado conta do mercado, onde algumas empresas têm incentivado os usuários de suas tecnologias a cuidarem do seu bem estar físico e mental através de um uso consciente dos recursos disponíveis. Por exemplo, o YouTube, após um certo período em que os usuários passam assistindo videos, sugere que seja feito uma pausa. Para isso, uma configuração em seu perfil na plataforma precisa ser ajustada.

A Google e a Apple agora disponibilizam funções em seus sistemas operacionais que permitem que as pessoas possam saber e controlar quanto tempo elas passam usando seus smartphones. Agora é aguardar qual seria a solução proposta pela Netflix para que seus usuários não sofram do mesmo mal que o indiano.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

7 problemas inesperados que virão junto com o aquecimento global

Matéria anterior

7 razões para assistir A Maldição da Residência Hill, a nova série de terror da Netflix

Próxima matéria

Você também pode gostar

Mais em Curiosidades

Comentários

Comentários não são permitidos