Ciência e Tecnologia

iPhone dobrável: saiba quais as expectativas para o celular da Apple

0

Desde que surgiram os smartphones dobráveis, um dispositivo da Apple com essa característica é esperado pelo mercado e pelos fãs da marca. Por isso, o “iPhone Foldable” (iPhone dobrável em tradução livre) já é considerado um dos lançamentos mais esperados para os próximos anos.

Apesar de algumas patentes já terem confirmado o novo modelo, a Apple nunca divulgou detalhes oficiais sobre a criação do aparelho dobrável.

Confira, abaixo, as principais expectativas sobre o produto, com base em órgãos oficiais e rumores da indústria.

Qual o formato do iPhone dobrável?

PPL Ware

Uma das primeiras curiosidades é qual será o formato do iPhone dobrável. No final do ano de 2020, os rumores estimavam que a Apple estaria desenvolvendo protótipos com dois modelos distintos.

A primeira patente mostrava um modelo com tela dupla, no estilo Fold, a mesma do Samsung Galaxy Z Fold 3. Porém, a empresa poderia lançar um celular dobrável com um visual Flip, o adotado pelo Galaxy Z Flip 3.


Também em 2020, o leaker Jon Prosser especulou que o novo celular poderia ter dois painéis separados por uma dobradiça, semelhante ao da Microsoft, o Surface Du.

Apesar dos displays serem projetados como independentes, eles funcionariam como uma tela contínua ao abrir o celular. Essa seria a forma ideal para evitar vincos e demais problemas de dobras das telas.

O famoso analista da Apple, Ming-Chi Kuo, apontou em relatórios que o iPhone dobrável poderia ter tela interna de 8 polegadas. Isso pode significar que o aparelho teria um formato parecido ao Galaxy Z Fold 3, que possui display de 7,6 polegadas.

Seja qual for o formato do celular, fontes da indústria apontaram que a Apple está seguindo a evolução dos displays OLED flexíveis. Além disso, a marca já teria começado as negociações com a LG Display e a Samsung Display.

De acordo com informações recentes, a empresa está testando diversos protótipos de modelos com telas dobráveis. Também foi apontado que esses aparelhos possuem amostras de painéis enviados pelas duas marcas sul-coreanas.

No entanto, relatórios mais antigos já afirmavam que a Apple teria escolhido utilizar uma tela OLED flexível da LG Display de 7,5 polegadas. Com isso, o aparelho dobrado teria um tamanho aceitável, considerando que o objetivo é virar um tablet compacto ao ser aberto.

Quais seriam os recursos desse smartphone?

Foto: Reprodução/Apple Insider

O iPhone dobrável, previsto para ser lançado em 2024, poderá ser apresentado com uma versão atualizada do chip M1 da Apple. Após a divulgação em 2020, o processador tem recebido vários elogios sobre o desempenho móvel.

Para as câmeras, a expectativa é que sejam adicionados sensores equivalentes às versões Pro Max do iPhone. Isso considerando que, no geral, os celulares dobráveis apresentem câmeras medianas.

Se a marca utilizar a versão Fold, espera-se que seja realizada uma integração entre os sistemas operacionais iOS e iPadOS. Com isso, os usuários conseguiriam possuir os recursos do iPad que não estão disponíveis nos iPhones disponíveis no mercado.

Por causa da tela maior, o novo iPhone também pode ter suporte ao Apple Pencil. Lembrando que a Samsung possui recursos similares para os Galaxy Z Fold 3.

Quais as preocupações da Apple?

Techenet

O setor dos smartphones dobráveis evoluiu muito desde que os primeiros rumores do iPhone dobrável surgiram, em 2016. Atualmente, a Samsung, Xiaomi, Huawei e Honor são marcas com linhas de dispositivos que podem ser dobrados com tecnologias avançadas.

Assim, um o possível nove smartphone da Google pode aumentar a concorrência. Por isso, a estimativa é de que a Apple entraria em um território com muitos rivais, que deve crescer mais nos próximos dois anos.

Mesmo que a empresa ajude a criar tendências e a transformá-las em padrão da indústria, os analistas apontaram algumas preocupações da marca com o mercado de dobráveis. Por causa disso, a Apple analisa o setor e os concorrentes.

De acordo com informações, a empresa não quer que o produto seja considerado uma “regressão” para a marca, assim como busca trabalhar com tecnologias que evoluirão a longo prazo.

O lançamento do iPhone dobrável

Techenet

De acordo com uma afirmação do analista Ming-Chi Kuo, em setembro de 2021, o iPhone dobrável não chega ao mercado antes de 2024. O jornalista da Bloomberg, Mark Gurman, estimou que o celular está a dois ou três anos do seu lançamento.

Mesmo com a insegurança no mercado, a Apple poderia produzir cerca de 15 a 20 milhões de unidades do modelo só no primeiro ano. Assim o aparelho, conforme os rumores, poderia ser um substituto do iPad Mini.

Além disso, a estima-se que os aparelhos cheguem com valores acima dos US$ 1 mil, isso considerando os outros lançamentos da marca.

Fonte: Canaltech

Motorista aceita corrida para buscar lanche, não resiste e come o sanduíche

Matéria anterior

Entenda o caso das 15 girafas apreendidas pela polícia no RJ

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos