Fatos NerdNotícias

Marvel fala sobre CGI de Chadwick Boseman em Pantera Negra 2

0

No mês passado, começaram a circular rumores sugerindo a possibilidade de Chadwick Boseman retornar de uma forma inusitada à franquia Pantera Negra. Na noite do dia 28 de agosto, o mundo foi surpreendido por uma notícia que deixou todos em choque, a morte precoce de Boseman. Aparentemente, o astro globalmente conhecido por viver o Pantera Negra no Universo Cinematográfico Marvel, vinha lutando sigilosamente contra um câncer de cólon nos último quatro anos de sua vida. Isso significa que todos seus filmes no MCU foram gravados enquanto o ator realizava cirurgias e quimioterapia. Além dele, apenas seus familiares e seletos amigos sabiam da doença. Sendo assim, todos os envolvidos na produção de Pantera Negra, bem como os executivos da Disney e da Marvel, foram pegos de surpresa.

Apesar do estúdio ter se pronunciado sobre a situação, deixando claro que sua prioridade é processar a perda do ator e respeitar o momento de luto, é certo que a morte de Boseman afetará de forma inestimável o futuro de Pantera Negra. Ademais, mesmo diante da declaração da Marvel, o público não deixou de imaginar as possibilidade da franquia seguir em frente. Enquanto muitos tem defendido que o manto seja passado para  Shuri, a irmã mais nova de T’Challa, outros reforçam que até para isso seria necessária a presença do ator.

Partindo disso, Daniel Richtman, um informante da Marvel, afirmou que o estúdio estava considerando utilizar a técnica de CGI para trazer T’Challa de volta. “Eu ouvi que a Marvel pode seguir o caminho de Carrie Fisher, usando o CGI para dar um encerramento ao personagem de Boseman”, disse ele, lembrando da estratégia utilizada pela Casa do Rato para apresentar a personagem de Fisher em Star Wars: A Ascensão Skywalker. Pois bem, essa possibilidade acabou de ser refutada.

O destino de Pantera Negra no MCU ainda é incerto

Uma produtora executiva da Marvel Studios confirmou que a Disney não utilizará um dublê digital de Chadwick Boseman na sequência de Pantera Negra. Em uma entrevista para o Clarin, Victoria Alonso desmentiu a ideia de recriação digital. “Não. Existe apenas um Chadwick, e ele não está mais conosco. Nosso rei, infelizmente, morreu na vida real, não apenas na ficção, e estamos levando um tempo para descobrir como retomar a história e o que fazer para honrar esse capítulo do que aconteceu com a gente e foi tão inesperado, doloroso e terrível”, disse Alonso.

A executiva está envolvida no Universo Cinematográfico Marvel desde sua primeira fase e fez questão de pontuar que a Casa das Ideias ainda não tomou nenhuma decisão sobre como prosseguir com a franquia. “Eu sei que as vezes dois ou três meses de produção parecem muito. Mas não é muito tempo, nós temos que pensar cuidadosamente no que faremos, e como, e pensar sobre como nós iremos honrar a franquia”, concluiu a produtora.

Vale lembrar que, apesar do futuro de Pantera Negra permanecer incerto, o filme segue previsto para estrear em 2022.

Fonte: IGN
Imagens: Marvel.

Mergulhador egípcio permanece debaixo d’água por 145 horas

Matéria anterior

Como foi a morte de Tony Stark na Saga do Infinito?

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos