Mistério: Depois de séculos, masmorra de Drácula é encontrada

POR Thamyris Fernandes    EM Curiosidades      02/10/14 às 19h12

Para quem não sabe, o mito do famoso vampiro Drácula, o conde da história de Bram Stoker (1947-1912), foi inspirado em um personagem histórico real. Vlad III, um príncipe romeno, teria dado origem à lenda dos vampiros, a partir de seu costume bizarro de empalar as pessoas - daí o apelido "Vlad, O Empalador" - e, ao final das sessões de tortura, comer pão molhado no sangue de suas vítimas. (Confira também 5 indícios de que o vampiros poderiam ser reais).

Acontece que, no século 15, Vlad simplesmente sumiu do mapa e, por muito tempo, as pessoas acreditaram que ele havia falecido nesse período, por volta do ano de 1476. Como nunca houve provas de sua morte, as pessoas acreditavam que ele havia falecido em uma batalha ou que, de alguma forma, havia caído nas garras de inimigos. Os mais benevolentes apostavam ainda que o príncipe não estava morto, mas que tinha ido viver seus últimos dias ao lado da filha, na região de Nápoles.

2

Bom, o fato é que o homem sumiu. Mas, séculos depois de muitas investigações, pesquisadores finalmente descobriram o paradeiro do príncipe perverso. Durante a restauração do antigo Castelo Tokat, na Turquia, os arqueólogos encontraram a masmorra onde os otomanos possivelmente aprisionaram Vlad, em meados do século 15.

Conforme os responsáveis pela descoberta, foram encontrados no lugar cubos de comida, um terraço aberto, um abrigo militar e as masmorras, que ficavam praticamente subterrâneas, tomando como base a estrutura do castelo. De forma geral, os especialistas concluíram que o ambiente ali é muito misterioso e repleto de túneis secretos.

1

Será mesmo que, finalmente, descobriram como foi o fim do Empalador?

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+