Ciência e TecnologiaCuriosidades

Misteriosa estátua em forma humana é duas vezes mais antiga que as pirâmides

0

Uma equipe de cientistas alemães descobriram que uma escultura de madeira que já era considerada a mais antiga do mundo é, de fato, ainda mais velha do que eles imaginavam. Ela foi encontrada no século 19, ao leste da Rússia. Em 1997 ela passou por um teste que revelou sua idade aproximada em 9,8 mil anos.

Recentemente, cientistas fizeram um novo teste, utilizando uma técnica mais sensível, e acabaram datando o artefato com cerca de 11 mil anos. Ele teria sido esculpido durante o início do período Holoceno, onde a humanidade assumiu o controle do mundo. Dessa forma, a estátua seria duas vezes mais velha que as Grandes Pirâmides de Gizé.

A descoberta

Ela foi encontrada em pedaços em 1984, e estava enterrada a cerca de 4 metros no pântano de Shigir. A estátua recebeu o nome de Ídolo de Shigir e só foi completamente montada em 1914, revelando impressionantes 5,3 metros de altura. No entanto, atualmente a peça possui cerca de apenas 2,8 metros, devido algumas partes terem se perdido.

Os pesquisadores acreditam que o “carpinteiro” que a esculpiu utilizou pedras para desenhar sete faces na madeira e outros diversos símbolos e inscrições. Os desenhos e inscrições no Ídolo de Shigir,segundo os pesquisadores,teriam sido criados na madeira por uma civilização antiga para propósitos religiosos ou espirituais.

O estilo e as imagens na peça de madeira são muito semelhantes a outras estátuas descobertas na Turquia, e que, seriam do fim da Era do Gelo. A única diferença entre elas seria o material em que foram criadas. Assim, eles sugerem que a cultura de produzir essas imensas estátuas, presumivelmente ritualísticas, não se originou em um único lugar, mas em vários locais daquele período.

16 conversas entre motoristas e passageiros do Uber que você não vai acreditar

Matéria anterior

Tudo indica que um planeta de nosso sistema solar foi destruído

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos