Ciência e TecnologiaCuriosidadesHistória

Mundo está 2 minutos mais perto da extinção, segundo “Relógio do Apocalipse”

0

Com medo de que o mundo fosse destruído em poucos anos, em 1945, um grupo de cientistas da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, se juntou e deu início ao Boletim de Cientistas Atômico (BAS, sigla em inglês) ao Boletim de Cientistas Atômicos (BAS, na sigla em inglês). Dois anos depois, eles criaram o polêmico Relógio do Apocalipse, com objetivo de ‘prever’ a proximidade da humanidade de sua completa extinção.

Na época, no entanto, a maior preocupação dos especialistas era que o mundo terminasse em um guerra nuclear, já que estavam em plena Guerra Fria e ninguém sabia se Estados Unidos e União Soviética iam chegar “às vias de fato”. O tempo foi passando e os ânimos entre socialistas e capitalistas foram se abrandando, mas a verdade é que a ameaça do fim do mundo não parou por aí.

2

A partir de 2007, conforme os cientistas, a grande ameaça passaram a ser as questões climáticas. Aliás, foi exatamente por isso que o Relógio do Apocalise foi ajustado pela 23ª vez na história desde sua criação e agora marca 23h57m, sendo que meia-noite seria o momento da extinção da humanidade como conhecemos hoje. Conforme os integrantes do BAS, o mundo está dois minutos mais próximo do grande final, já que a possibilidade de uma catástrofe global, relacionada ao clima, é muito alta.

Mas, além dos gases tóxicos que estão sendo liberados indiscriminadamente e do consumo sem restrição dos recursos hídricos do mundo, os cientistas alertam que a ameaça nuclear voltou a ser uma preocupação. Isso porque ao invés de reduzir o número de ogivas no mundo, países como Estados Unidos e Rússia estão cada vez mais empenhados em modernizar os arsenais nucleares.

1

Depois de criticar as lideranças globais pela falta de iniciativa em contornar os problemas citados, a organização pediu às lideranças para que assumam o compromisso de limitar os aquecimento global a 2ºC acinam dos níveis pré-industriais e para que reduzam os gastos com armamentos nucleares. Resta saber se o pedido e a notícia dada pelo BAS vai conseguir ‘comover’ as autoridades mundiais, não é mesmo?

Segundo informações disponibilizadas na internet, a última vez em que o Relógio do Apocalipse foi ajustado foi no ano de 2012, quando passou a marcar 23h55m. Na época, o BAS alertava sobre os riscos das armas nucleares nos conflitos do Oriente Médio e o aumento das tragédias naturais.

3

Clique para ler também: Asteroide gigante pode colidir com a Terra em 2036 e resultar no Apocalipse e Conheça o estranho vídeo que a CNN teria gravado para o fim do mundo.

20 fotos de casamentos que foram um verdadeiro desastre

Matéria anterior

6 Filmes que você precisa ver antes de morrer

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.