O que aconteceria se destruíssemos a Lua?

POR Mateus Graff    EM Ciência e Tecnologia      12/07/17 às 17h35

A Lua é algo indispensável para a Terra,é o satélite natural do nosso planeta. Por ser um satélite natural, não possui luz própria. Podemos ver a Lua devido à luminosidade do Sol. Quando olhamos para ela em determinados períodos, temos a sensação de que ela muda de forma, não é mesmo? Isso ocorre porque a Lua não permanece parada no espaço; ela permanece em órbita ao redor do nosso planeta. Essas mudanças de forma da Lua que observamos recebe o nome de fases. Já leu a nossa matéria que mostra o material que poderia ser usado na construção de casas na Lua?

Para quem não sabe ou simplesmente esqueceu, a Lua muda de fase a cada semana, e essa mudança depende da posição que está em relação à Terra e ao Sol. As fases da Lua são: cheia, minguante, nova e crescente. Bom, realmente é muito agradável analisar toda a beleza da Lua, mas vocês já pararam para pensar como seria a vida se não existisse Lua? Ou será que nem vida existiria se alguém destruísse a Lua? Hoje, caros leitores, nós vamos explicar para vocês o que aconteceria se alguém, por acaso, destruísse a Lua.

De começo, as marés iriam desaparecer decorrentes da gravidade da Lua. Para vocês terem uma ideia, nosso planeta tem 70% da sua superfície coberta por água líquida em forma de mares e oceanos, e a Lua exerce uma força de atração gravitacional sobre ta crosta líquida, deformando-a e produzindo oscilações cíclicas ligadas à rotação da Terra com uma frequência aproximada de meio dia. Claro que o Sol também tem influencia nos oceanos, mas é metade do que a Lua influencia. Sem a presença do nosso satélite natural, a Terra ainda teria marés, mas muito fracas. Sem as marés lunares, as correntes oceânicas iriam ficar fracas e as águas tenderiam a estancar-se.

Depois, perderíamos o eixo de rotação estável, pois o movimento da Lua ao redor da Terra está sincronizado, o que significa que o satélite leva o mesmo tempo para girar em si mesmo do que para girar ao redor da Terra. O movimento orbital da Lua ao redor da Terra estabiliza o exido de rotação, mantendo a inclinação fixa em cerca de 23 graus em relação ao plano de sua órbita.

E consequentemente, muitas espécies e plantas terrestres iriam desaparecer. Se algum "asno" destruísse a Lua, isso afetaria também na vida terrestre. Um dos efeitos imediatos seria o desaparecimento da própria luz solar refletida pela Lua, o que iria alterar os ritmos biológicos de muitas espécies de animais e vegetais que evoluíram e se adaptaram sob a presença cíclica da luz lunar. Se as marés lunares desaparecessem, afetaria também as espécies adaptadas aos fluxos e correntes marinhos, como as que vivem nas costas às quais o fluxo das marés leva os nutrientes. Bom, o que podemos concluir, caros leitores, é que de forma alguma destruir a Lua seria legal, teríamos enormes prejuízos e correríamos grandes riscos de nós mesmos deixarmos de existir.

E aí, você tinha ideia de como a Lua era tão importante para a Terra? Comente!

Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+