Entretenimento

O que este garçom fez com uma cliente está deixando a internet completamente emocionada

0

Pelos últimos 11 anos, Joe Thomes entra na unidade do IHOP (uma rede de fast-food especializada em panquecas) e começa a trabalhar com um sorriso no rosto natural. Depois que ele uniu esse sorriso a um ato de bondade a uma cliente especial, muita gente se impressionou com a história que mostra que ainda existem boas pessoas na humanidade.

O atendente recebeu atenção nacional depois que uma foto de Joe Thomas ajudando uma cliente, num restaurante em Springfield, Illinois, foi postada na página do próprio IHOP no Facebook. Na imagem é possível ver Thomas ajudando uma mulher deficiente a comer a sua refeição.

A imagem foi postada na página por um cliente do restaurante, que esperava que a empresa pudesse reconhecer o ato de bondade do atendente. “Eu já trabalhei com comércio e indústria no passado e sei que as pessoas geralmente só entram em contato com corporações para feedbacks negativos, então eu quis compartilhar algumas boas notícias”, explicou Keshia Dotson.

No restaurante, Thomas conhece praticamente todos os clientes recorrentes por seus nomes. Como ele não tem filhos, aos 43 anos, acaba tratando os clientes que vão até o restaurante como membros de sua família. A partir de seu jeito de lidar com o trabalho, acabou ficando conhecido pelos clientes, que retribuíam as gentilezas o tratando como um amigo.

“Eu amo as pessoas. Eu simplesmente amo a vida e a forma como sou”, declara Thomas.

Agora, graças ao alcance que teve a fotografia e a história de Thomas, pessoas de todo o mundo também estão se apaixonado por seu jeito de ser.

Um casal que costuma ir até o restaurante em que Thomas trabalha ao menos uma vez por semana passava por uma situação peculiar. A mulher, era vítima da doença de Huntington, um distúrbio neurológico que pode causar a perda de movimentos corporais anormais e falta de coordenação. Por causa disso, o marido dela sempre a alimentava antes de comer a própria refeição, fazendo com que a sua comida ficasse fria na hora em que ele pudesse comer. Mesmo assim, ele sempre insistia em cumprir a sua função antes de começar a aproveitar sua comida.

Conhecendo essa situação, Thomas decidiu fazer algo para ajudar o casal. Depois de servir os pratos, escolheu se sentar próximo a mulher e ajudá-la a comer, liberando o homem para poder fazer o mesmo com sua refeição.

“Não foi algo que eu ofereci ou pensei demais, eu apenas comecei a fazer. Eu disse ao senhor ‘Sente-se e coma sua comida, eu cuido disso’”, explicou. Naturalmente, o marido da mulher aceitou de forma educada e começou a comer a própria comida. Desde então, Thomas passou a fazer isso com frequência, como algo comum em sua nova rotina de trabalho.

“Eu realmente trato as pessoas como eu gostaria de ser tratado. Se eu conseguir chegar nessa idade, eu gostaria de ter alguém para me ajudar”, comentou Thomas.

A imagem de garçom fazendo o gesto de bondade ganhou o Facebook e já recebeu milhares de curtidas e compartilhamentos, mas o garçom não acha que está fazendo algo grande demais. Ele diz apenas estar acostumado a se preocupar com as pessoas e cuidar delas, já que sua mãe morreu de diabetes e seu pai de câncer de próstata. Por isso, ajudar os outros é apenas algo que sempre fez parte de sua vida.

“A mulher estava tossindo e engasgava com um barulho muito alto, quase como se estivesse sufocando. A primeira vez que ela fez isso, praticamente o restaurante inteiro ficou em silêncio, mas ele fez uma piada e aliviou a tensão. Pouco tempo depois, nós percebemos que ele se sentava ao lado dela e a ajudava a comer, até mesmo a limpando depois que acabava a refeição”, comentou a responsável por publicar a foto na internet.

Desde a repercussão do caso, Thomas até mesmo recebeu novas oportunidades de emprego como enfermeiro. Apesar da grande atenção e carinho que tem recebido, diz não achar que seu caso mereça tanto barulho. “Estou aqui par ajudar qualquer um que eu puder, sem olhar por nada em troca”, contou.

O que achou da atitude do garçom? Podemos perceber que ainda há esperanças nas boas ações de muita gente por aí, não é mesmo?

Esse cachorrinho salvou uma menina de 3 anos que saiu sem roupas no inverno

Matéria anterior

8 coisas que provavelmente você não sabia sobre filmes considerados “cult”

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.