Os 5 festivais de música mais importantes da história

POR A redação    EM Entretenimento      03/09/15 às 15h10

Setembro já chegou e, este ano, o mês significa apenas uma coisa para muita gente: Rock in Rio. Isto mesmo. Parece que foi ontem, mas dois anos já se passaram desde a última edição. A partir do dia 18, a cidade do Rio de Janeiro será o palco de grandes shows como Queen, OneRepublic, Metallica, Elton Jhon, Slipknot, Rihanna, Katy Perry e muitos outros. A edição de 2013 reuniu 595 mil pessoas, e este ano promete algo semelhante.

Mas, claro, o Rock in Rio não é o único grande festival de música. Longe disto. Mesmo no Brasil, o Lollapalooza e o Tomorrowland vieram para ficar. No mundo todo, são muitos os nomes que são sinônimos imediatos de boa música e muita gente animada.

Não deixe de conferir uma pequena retrospectiva com os festivais de música mais importantes que entraram para a história:

Rock in Rio (1985)

Rock in Rio

Claro, comecemos por ele; a primeira edição do Rock in Rio, de 1985, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Com um investimento insano de 11 milhões de dólares, a aposta foi considerada absurda para um país que ainda não era tão voltado para o estilo musical. O empresário Roberto Medina não teve medo, arriscou e o evento reuniu 1 milhão e 380 mil espectadores.

Um verdadeiro sucesso. Nos 11 dias de shows, 1,6 milhão de litros de bebida foram consumidos, bem como 900 mil sanduíches, 7 toneladas de massa e 500 mil fatias de pizza. Entre as atrações, destacaram-se as bandas Queen, Iron Maiden, AC/DC, Scorpions e Ozzy Osbourne. O festival estreia sua sexta edição, no Brasil, em setembro deste ano.

Lollapalooza (1992)

Lolla

A ideia do vocalista Perry Farrell, ao criar o festival Lollapalooza em 1991 era só fazer a turnê de despedida de sua banda, Jane"s Addiction. Ao contrário dos grandes festivais anteriores, o Lolla não aconteceu em um único local, tendo viajado por todo os Estados Unidos e o Canadá. O sucesso foi tanto que o festival se tornou um marco da cultura pop no início dos anos 90.

Ainda que sua inspiração tenha vindo das bandas de rock alternativo, a primeira edição (bem como todas as outras que se seguiram a ela) foi bastante eclética. Mas foi em 1992 que o evento alcançou sua fama. Se liga nos nomes: Pearl Jam e Soundgarden, além de Red Hot Chilli Peppers no auge da sua carreira. O festival ainda acontece nos Estados Unidos e em vários outros países ao redor do mundo. No Brasil, o Lollapalooza acontece em São Paulo.

Knebworth Festival (1975)

Knebworth Festival

O Knebworth Festival acontecia nos jardins de um castelo nos arredores de Londres, no auge do prog e hard rock dos anos 70. Assim como no caso anterior, a primeira edição até que bombou, mas foi na segunda que o festival entrou para a história. E a razão para isto é bem simples: Pink Floyd e seu The Dark Side of The Moon. Foi, inclusive, a última vez que a banda tocou o disco na íntegra com a participação de Roger Waters.

A gigantesca Echo, de 25 minutos, também foi ouvida ao vivo pela última vez durante o festival. Outros nomes de peso foram o lendário DJ John Peel, o músico experimental Captain Beefheart e o grupo de humoristas Monty Python. O festival teve algumas outras edições, mas já não acontece mais - pelo menos não com o mesmo nome.

Glastonbury (1994)

Glastonbury

O festival de Glastonbury, na Inglaterra, é, atualmente, o maior evento de música a céu aberto do mundo. O "Glasto", no entanto, não limita suas atrações apenas a grupos musicais, como também a apresentações de dança, humor, teatro, circo e outras representações artísticas. O evento começou na década de 70, mas foi a edição de 1994 que mais ficou marcada na lembrança dos fãs, em especial pela ascensão do estilo britpop.

Entre as apresentações, destacaram-se os shows do Blur, Pulp e Oasis. Poucas vezes uma química tão forte entre os irmãos Gallagher foi vista no palco. Vale a pena destacar também a apresentação memorável de Amy Wynehouse em 2007, que se apresentou para mais de 150.000 pessoas em um dia de muita chuva. A edição de 2016 começa no dia 22 de junho.

Woodstock (1969)

Woods

Sem surpresas aqui. O Woodstock foi, para lá de qualquer dúvida, o festival de música mais marcante da História. Criado pelos esforços de Michael Lang, John Roberts, Joel Rosenman e Artie Kornfeld, o festival aconteceu em 1969, em uma fazenda de 600 acres na cidade de Bethel, no norte do estado americano de Nova York. O Woodstock foi considerado um grande risco devido a rejeição absurda que o rock enfrentava pela sociedade conservadora. Justamente por isto ficou para a história: pela marca de imposição que deixou.

Nos três dias do festival, houve muitas drogas, amor livre e música boa. The Who, Jimi Hendrix, The Band, Santana, Janis Joplin e Grateful Dead foram alguns dos nomes que tocaram para mais de meio milhão de pessoas. Toda esta galera enfrentou condições precárias de higiene e muita falta de comida. As cercas foram rompidas e o evento se tornou gratuito. A cidade de Bethel se tornou uma situação de calamidade pública. Ainda assim, o evento foi considerado pacífico, e houveram apenas duas fatalidades: uma provável overdose de heroína, e outra pessoa atropelada por um trator. No geral, o evento aconteceu na maior paz.

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+