Os 6 Papas mais pecadores da história

POR Ultra Curioso    EM Curiosidades      11/06/15 às 15h58

A história do pontificado na igreja católica teve origem há quase 2 mil anos atrás, quando o apóstolo Pedro tornou-se o primeiro Papa no ano 30 a.C.. Desde então, 265 'santos padres' passaram pela cadeira papal, mas nem todos foram tão santos assim.

Alguns deles eram conhecidos justamente como Papas pecadores, e chegaram ao alto trono do Vaticano por artifícios que levantam dúvidas até os dias de hoje.De Papas assassinos a "grávidos", a linha de sucessão dos pontifícios na igreja católica foi marcada com sangue, suor e esperma através de sua longa e polêmica história.

O Ultra Curioso fez uma lista com os 6 Papas mais pecadores da história, leia e confira até que ponto ia a "santidade" de alguns:

1. O Papa das orgias

borgia

Alexandre VI foi provavelmente um dos Papas mais polêmicos da história do catolicismo. Ele subiu ao trono papal graças a uma série de subornos e favores ao Clero da época. Em seu tempo de papado, Alexandre VI era conhecido pela quantidade de amantes que possuía (meninas na faixa dos 15 anos), com as quais mantinha relações sexuais dentro do Vaticano, promovendo orgias com várias delas regadas a banquetes e vinho.

Dessas orgias, o papa tornou-se  pai de vários filhos, os quais o pontifício escondia e negava com veemência. Com 11 anos de papado, Alexandre VI contraiu uma grave doença que o levou a falecer. Seu sepultamento foi discreto e sem muitas homenagens.

2. O "Papa grávido"

Papisa-Joana-copy

Esse Papa na verdade era uma Papisa. João Anglius assumiu assumiu o posto papal como um pontifício jovem e delicado, e três anos mais tarde assumiu sua verdadeira identidade: era uma mulher (Joana) e estava grávida.

A Papisa Joana é dos pontos mais controversos da igreja católica. Arduamente negado por uns e duramente defendido por outros, o caso do Papa-mulher ainda levanta muito questionamento. Há relatos históricos de que Joana (ou João) havia dado à luz enquanto andava a cavalo.

3. O Papa assassino e incestuoso

apapa

João XII foi um Papa que "elevou sua santidade às alturas". Ele cegou e matou um cardeal, castrou outro e dormiu com a mãe. Existem relatos históricos antigos que contam como o Papa João XII torturava os cardeais e subordinadas que lhe contrariavam. Num desses castigos, o "santo padre" matou um desafeto e, não satisfeito, retirou toda a sua pele, deixando o corpo na carne viva. Outras histórias contam que, além de dormir com as prostitutas de seu pai, João XII foi capaz de manter relações com sua própria mãe.

O pontifício teve uma morte no mínimo adequada. Enquanto fazia sexo com uma mulher casada, foi surpreendido pelo marido traído que o matou ali mesmo, durante o ato.

4. O Papa cadáver

Julgamento_Papa_Formoso

O Papa Formoso foi provavelmente o mais odiado de todos, não tendo descanso aqui na terra nem depois da morte. Formoso adquiriu inúmeros inimigos ao se envolver se forma abrangente e ambiciosa na política. Um de seus atos, o mais condenado, foi a coroação, de sua porte, do Rei Arnulfo na Itália.

Formoso foi eleito Papa no ano de 891 e faleceu em 896. Nove meses depois de sua morte, o Papa Estêvão VI mandou que seu corpo fosse exumado para que fosse julgado por todos os seus atos 'impróprios' na política de seu reinado papal. O cadáver foi julgado e condenado, despido das vestes papais e teve os dedos da mão direita amputados. Depois de enterrado, foi novamente retirado de sua cova depois de um tempo, tendo o corpo esquartejado e atirado no Rio Tibre.

5. O Papa da zoofilia

papa-bento-ix-1

O Papa Bento IX era conhecido pela cúpula católica por seu estranho costume de fazer sexo com animais, como cabras e cavalos. Além disso, mantinha relações sexuais com sua irmã de 15 anos, e a obrigava a se deitar com outros homens (vários ao mesmo tempo), enquanto assistia e "abençoava" a orgia.

Alguns anos depois do início de seu papado, Bento IX renunciou para casar-se com sua prima, que por sinal abandonou algum tempo mais tarde.

6. O Papa das finanças

Raffael_LeoX

O Papa Leão X foi provavelmente o pontifício mais capitalista de todos. Era totalmente contra a Reforma Protestante, por esta ir contra as indulgências cobradas pela Igreja.

Leão X, não só incentivava os fiéis a pagarem as indulgências cobradas, como também colocava preços específicos em cada pecado. Você poderia ser um ladrão, assassino ou estuprador, mas pagasse o preço cobrado em dinheiro ou terras, você certamente iria para o Paraíso sem problema nenhum.

 

Ultra Curioso
Ultra Curioso o acervo de um dos maiores sites de curiosidades brasileiros.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+