evolução humana ainda é um assunto a ser amplamente estudado pelos cientistas. As descobertas, ao longo do tempo, fizeram com que a ciência por diversas vezes alterasse seus registros e conceitos sobre como viviam nossos antepassados. Essas informações têm nos ajudado a compreender nossas origens e a moldar nossos passos em direção ao futuro.

Ela explica como todos os seres vivos surgiram e como chegaram até onde estão hoje em dia. O mais fácil de se pensar sobre a evolução é que ela funciona com a adição contínua de recursos aos organismos aumentando a sua complexidade.

Mas esse é uma das coisas erradas que se propagam sobre a evolução. Várias ramificações bem sucedidas da evolução continuaram simples, como por exemplo as bactérias. Ou então até mesmo reduziram a sua complexidade, como no caso dos parasitas. E mesmo com essa aparente redução ou simplicidade, eles estão indo muito bem.

Como espécie, os humanos povoaram praticamente todos os cantos do planeta. Além de desenvolver tecnologias e culturas que moldaram e moldam o mundo em que vivemos.

O conceito de seleção natural ou então a sobrevivência do mais apto faz um sentido quando pensamos na Idade da Pedra. Época que os humanos estavam lutando pelos restos de carne. Mas será que essa ideia ainda se aplica aos dias atuais?

Publicidade
continue a leitura

Foi pedido a 12 peritos para responder a pergunta se os humanos ainda estão evoluindo. E todos eles chegaram a um consenso unânime que sim. Mas os cientistas alertam que nós podemos ter uma ideia errada sobre o que a evolução realmente é.

Evolução

O termo evolução, geralmente é associado com a sobrevivência do mais apto ou seleção natural. Mas na verdade não são a mesma coisa. Evolução significa simplesmente a mudança gradual de uma população ao longo do tempo.

Publicidade
continue a leitura

Enquanto a seleção natural é o mecanismo pelo qual a evolução pode acontecer. Por exemplo, nossos ancestrais que corriam mais rápido na Idade da Pedra evitavam ser pisoteados por mamutes e tinham uma maior probabilidade de ter filhos. Isso sim é seleção natural.

E com o tempo, a população humana ficou mais rápida em execução. Isso é evolução.

Acontecendo

Publicidade
continue a leitura

A evolução humana pode acontecer por diferentes mecanismos. Como por exemplo, pela seleção natural ou pela deriva genética. E como o nosso ambiente está sempre mudando, a seleção natural está acontecendo. E por mais que o ambiente fosse “perfeito” para os humanos, nós ainda evoluiríamos de qualquer forma.

E a especialista em evolução e genética da Universidade de Cambridge, Alywyn Saclly explica isso. "Contanto que a reprodução humana envolva aleatoriedade e mutação genética, e as leis do universo praticamente garantem que esse sempre será o caso em algum nível, continuará a haver diferenças de uma geração para a próxima. O que significa que o processo de evolução nunca pode ser verdadeiramente interrompido", disse.

A evolução significa mudanças em uma população. Elas podem ser mudanças fáceis de detectar como por exemplo feitas para se adaptar a um ambiente, ou então algumas mudanças genéticas sutis. E os humanos ainda estão evoluindo, e é improvável que isso mude no futuro.

Publicado em: 24/09/20 12h21