CuriosidadesMundo Animal

Parasita bizarro disfarçado de língua é visto em um peixe no Texas

0

O nosso mundo não é apenas grande, mas também muito interessante e com uma enorme diversidade. Temos a oportunidade de aprender coisas novas diariamente, em todos os meios. Para se ter uma noção, segundo os órgãos estudiosos, temos catalogadas cerca de 950 mil espécies animais em todo o mundo. Parece muito, mas não perto da estimativa total, que é de 7 milhões.

É claro que temos muito mais a aprender sobre os animais do que qualquer coisa no mundo. E também a respeito das suas relações. Como por exemplo, os parasitas que são considerados grandes agressores. Eles são seres vivos que retiram de outros organismos os recursos necessários para sua sobrevivência. O mais bizarro é que eles podem ser encontrados de várias formas.

Tanto que, um trabalhador do Parque Estadual da Ilha de Galveston, na costa oeste do Golfo, no Texas, encontrou um peixe com uma coisa bem surpreendente. Dentro da boca do croaker do Atlântico, onde deveria estar a língua do peixe tinha, na realidade, pernas. Além de essas pernas terem olhos.

Parasita

A língua do peixe foi substituída por um isópode do gênero Cymothoa. As fêmeas desse grupo de crustáceos migram das guelras do peixe, beliscam sugam o suprimento de sangue para a língua até que ela murche e caia. Depois disso, o isópode se prende ao toco carnudo que restou e se alimenta com o sangue do peixe durante anos.

“Acontece que é o único caso conhecido em que um parasita substitui funcionalmente o órgão de um hospedeiro”, compartilharam os funcionários do parque no Facebook.

Segundo Mark Fisher, diretor de ciências da Texas Parks and Wildlife, esses parasitas são bastante comuns em determinadas espécies de peixes, como por exemplo a truta marinha malhada. Mesmo que ele nunca viu um parasita em uma corvina do atlântico, um estudo de 2015 descobriu que os isópodes gostavam desse hospedeiro.

Esse parasita pode chegar a 8 milímetros de comprimento, no entanto ele não parece mudar os hábitos alimentares de alguns dos peixes que ele afeta. O que ele pode fazer é levar a uma diminuição do crescimento do peixe.

De acordo com os pesquisadores, isso pode acontecer por conta do estresse respiratório produzido pelo recebimento de menos oxigênio a longo prazo. Isso porque, o parasita acaba obstruindo a boca do peixe e não permite que ele absorva e filtre tanto oxigênio.

Peixe

Em 2020, a bióloga da Rice University, Kory Evans, também encontrou de forma inesperada um desses isópodes enquanto ela escaneava um bodião para estudar a evolução do peixe. E ainda existe muita coisa que os pesquisadores não sabem a respeito desse parasita que substitui a língua dos peixes.

Quando esse parasita encontra um peixe hospedeiro adequado, ele se fixa nas suas guelras para conseguir se alimentar. Depois disso, ele se desenvolve em um macho. Os isópodes são hermafroditas protândricos, que quer dizer que eles conseguem se desenvolver como machos antes de se transformarem em fêmeas para se reproduzir.

Nesse caso em específico, os machos geralmente são encontrados nas guelras antes de irem para a boca. A transição acontece quando existir mais de um isópode infestando a guelra do peixe para que ele se torne fêmea para poder ser fecundado.

Depois que esse parasita cumpre seu propósito, que é a reprodução, ele cai e deixa o peixe vivendo sem língua.

Fonte: https://www.sciencealert.com/horrifying-parasite-masquerading-as-a-fish-tongue-was-found-in-a-texan-state-park

Estudo pioneiro construiu um mapa corporal para as sensações de alucinação

Matéria anterior

Ancestral direto dos humanos recebeu um nome novo. Saiba o motivo

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos