Entretenimento

Partilha da herança de Marília Mendonça foi iniciada: fortuna pode chega a 500 milhões

0

A partilha dos bens da cantora Marília Mendonça já foi iniciada e segue em trâmite no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás. Segundo especulações de alguns sites, a fortuna da cantora pode chegar à marca de 500 milhões de reais. No entanto, o advogado de Murilo Huff, ex-namorado de Marília e pai de seu filho Léo, afirmou que o montante não chega a isso tudo.

Esse valor foi estipulado tendo em vista que o cachê da artista girava em torno de 350 mil por show. Marília ainda tinha vários contratos publicitários e recentemente havia se tornado sócia de uma marca de chopp juntamente com a dupla Maiara e Maraisa. O processo, que corre em segredo de justiça, ainda levantará o conjunto de bens que formam o patrimônio da rainha da sofrência.

Marília e o ex Murilo Huff

A família da cantora continua recebendo pelos direitos autorais de suas músicas. Mas, os familiares afirmam que os valores das músicas lançadas após a morte de Marília são passados primeiro para gravadora, depois para a empresa que representava a cantora e, por fim, chegam a eles. Antes de morrer, o faturamento mensal de Marília Mendonça chegou a 10 milhões de reais.

Marília, a mãe Ruth e o pequeno Léo

Ela deixou um filho de 2 anos, o pequeno Léo, que será o herdeiro natural da fortuna. A criança está sob os cuidados do pai e da avó materna. Murilo Huff já abriu mão do direito de exercer a tutela dos bens, ou seja, quem irá administrar a herança do garoto até ele completar a maioridade será a avó materna Ruth.

Acidente

A cantora morreu aos 26 anos de idade após sofrer um acidente de avião no dia 5 de novembro de 2021 na Região Serrana de Caratinga, interior de Minas Gerais. O bimotor atingiu a fiação de uma torre elétrica e caiu em uma região de cachoeiras.

Além de Marília Mendonça, mais quatro pessoas perderam suas vidas: Henrique Bahia, produtor de Marília; Abicieli Silveira Dias Filho, tio e assessor; Geraldo Martins de Medeiros Júnior, piloto do avião; e Tarciso Pessoa Viana, co-piloto.

Fonte: POPline

Sobrevivente do acidente em Capitólio faz “vaquinha” para piloto comprar lancha nova

Matéria anterior

AirCar: carro voador é aprovado na Europa

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos