• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Pesquisador desenvolve vírus da gripe capaz de matar toda a humanidade

POR A redação    EM Ciência e Tecnologia      04/07/14 às 17h49

Yoshihiro Kawaoka, é um professor da Universidade de WIsconsin-Madison, nos EUA, recentemente ele criou um tipo de gripe que o sistema imunológico humano não conseguiria detectar. O novo vírus que foi alterado geneticamente é baseado no H1N1, que matou cerca de 284 mil pessoas há cinco anos atrás.

Atualmente, a maioria das pessoas tem certa imunidade à poderosa gripe H1N1, que agora é considerada uma doença com um risco relativamente baixo. Porém, Kawaoka manipulou geneticamente esse vírus tornando-o capaz de "escapar" dos nossos anticorpos neutralizantes. Sendo assim, o sistema imunológico humano seria incapaz de resistir a doença.

Kawaoka queria converter o H1N1 ao seu estado pré-pandemia, para analisar as mutações genéticas envolvidas no processo. Ele disse ao jornal The Independent que já terminou seu estudo, e apresentará suas conclusões em uma revista científica. Segundo ele seu experimento tem por objetivo monitorar as mudanças no vírus H1N1 o que poderia melhorar as vacinas.

Existe algum risco no estudo?
virus

É claro, o obvio pode acontecer: esse vírus pode escapar, ou ser intencionalmente lançado por terroristas em outro país. Esse medo não é completamente hipotético, no ano de 1977, uma cepa de H1N1 que havia desaparecido a décadas simplesmente reapareceu, provavelmente veio de um laboratório.  E há vários acidentes menores: varíola em 1978, febre aftosa em 2007, e SARS em 2004.

Mas Kawaoka garante que está levando em conta os riscos:
Existem riscos em todas as pesquisas. No entanto, existem formas de mitigá-los. Assim como em toda pesquisa sobre os vírus influenza em meu laboratório, este trabalho é realizado por pesquisadores experientes, sob contenção adequada e com revisão completa e aprovação prévia do [comitê de biossegurança].

O local escolhido para a pesquisa, o Instituto de Pesquisa de Vírus Influenza em Madison (EUA), tem nível três de biossegurança - um nível abaixo de institutos que realizam pesquisas sobre o ebola. No entanto, o trabalho de Kawaoka foi realizado em um laboratório de nível dois. A Universidade alega que não há riscos.

Quem é Kawaoka?

caution

Esta não é a primeira polêmica envolvendo o trabalho de Kawaoka, e não parece ser a última. Seu nome é sempre citado em notícias envolvendo vírus mutantes: seu laboratório é especializado em estudar os vírus por trás da gripe e do ebola, tornando-os mais letais que na natureza.

Em junho, o laboratório de Kawaoka publicou um estudo que recriou um vírus semelhante ao da gripe espanhola de 1918, que matou milhões de pessoas em todo o mundo. O estudo foi julgado como "absolutamente louco" e "extremamente perigoso" por razões obvias.

Já em 2012, o laboratório de Kawaoka esteve envolvido em outra controvérsia: um estudo deles mostrava como algumas mutações poderiam tornar a gripe aviária mais transmissível.

Agora, resta esperar até que o estudo de Kawaoka seja publicado, para ver quais detalhes o estudo trará. O estudo sobre a gripe aviária, por exemplo, causou pânico em um painel de biossegurança nos EUA, mas revelou-se um pouco menos perigoso do que o esperado. Vamos torcer para que nossas futuras epidemias não sejam criadas por nós mesmos.

Próxima Matéria
A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+