• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Policial salva a vida de uma menina; 18 anos depois, ela resolve agradecer de um jeito emocionante

POR Ultra Curioso    EM Entretenimento      06/03/17 às 15h33

Sua fé na humanidade pode ser restaurada diariamente, com as notícias e histórias certas. Apesar dos muitos exemplos de crueldade e desumanidade, as pessoas podem ser verdadeiros anjos na vida umas das outras. É o caso do policial Peter.

Peter Getz era um patrulheiro na época em que essa história ocorreu. Ele realizou uma reanimação cardio-respiratória em uma criança 5 anos de idade, na parte de trás do carro da polícia. A garota havia sufocado em um incêndio, e foi reanimada pelo policial.

Depois, ela foi levada às pressas para o hospital. Dezoito anos mais tarde, a garota, chamada Josibelk, procurou seu salvador para agradecê-lo de uma forma incrível.

Vamos explicar melhor os fatos.

Resgate

 

Em 25 de junho de 1998, o policial Peter Getz correu para o local de um incêndio mortal, que havia consumido uma casa inteira. Peter estava trabalhando como um patrulheiro em Hartford, Connecticut, Estados Unidos. Ele recebeu notícias em seu rádio de que um incêndio que tinha ocorrido na rua Washington, então foi direto para o local.

Josibelk Aponte, de 5 anos, estava em casa com seu tio Jofrey quando o incêndio começou. Tudo o que ela se lembra é um quarto cheio de fumaça espessa, e então mais nada...

Peter chegou exatamente quando Josibelk estava sendo retirada do prédio em chamas. O bombeiro que a resgatou não tinha tempo a perder, pois haviam mais vítimas. O bombeiro colocou o corpo sem vida da garota nos braços de Peter antes de voltar para dentro para combater as chamas.

Sem médicos no local, até então, a vida de Josibelk estava inteira e literalmente nas mãos de Peter. O Fotógrafo Al Chaniewski conseguiu capturar uma imagem tocante desse exato momento. A foto, mais tarde, viria a estampar a primeira página de todos os jornais de Hartford.

A garota havia sofrido uma parada cardíaca, e Peter estava carregando o corpo para a parte de trás da sua viatura, para poder realiza uma massagem cardíaca e tentar reanimar a garota.

Enquanto Peter realizava o procedimento, seu parceiro tomou o volante e levou a viatura ao hospital mais próximo. Felizmente, os esforços do policial valeram a pena. Com a ajuda de Peter, a garota começou a respirar novamente. O policial conseguiu mantê-la viva tempo suficiente para que a viatura chegasse ao hospital. Lá, os profissionais médicos assumiram o cuidado da garota.

Salva

Poucas horas depois, Josibelk recuperou a consciência em sua cama de hospital. Ela milagrosamente sobreviveu ao incêndio, graças aos esforços de Peter.

Infelizmente, o tio da menina morreu alguns dias depois, devido as suas feridas. Durante esses tempos difíceis, Peter esteve sempre ao lado da garota.

Não contente com salvar a vida de Josibelk, Peter e seus colegas se reuniram para apoiar a família da menina. Eles organizaram uma doações de móveis para substituir o que havia sido perdido no fogo, e juntaram dinheiro para que a família pudesse enviar o corpo do tio falecido para seus parentes na Venezuela. Peter também deu a Josibelk um ursinho de pelúcia, que ela guarda até hoje.

Anos depois

Com o passar dos anos, Josibelk cresceu e tornou-se uma bela jovem. Peter a visitava com certa frequência, querendo ficar de olho na menina cuja vida ele havia salvado. Mas ele não sabia se a garota ainda era grata, ou se se importava com ele.

Em 2014, Josibelk ficou curiosa sobre seu passado. "De vez em quando eu fico nostálgica e quero saber o que aconteceu", disse ela em entrevista. "Então eu fiz o que todo mundo faz. Eu procurei por mim mesma no Google".

Ela encontrou um artigo online que contava a história do homem que tinha salvado a vida dela. Ela usou o Facebook para rastreá-lo. Reconectados, os dois começaram um vínculo genuíno e surpreendente.

Com o passar dos anos, Peter e Josibelk começaram a se encontrar regularmente para falar sobre suas vidas. Peter falava sobre sua própria família, enquanto Josibelk falava sobre como ela estava indo nos estudos.

Homenagem

A garota estava estudando contabilidade na Eastern Connecticut State University. E quando chegou o dia de sua colação de grau, ela sabia exatamente quem deveria convidar.

Em 17 de maio de 2016, Peter ficou ao lado de Josibelk e de sua família, e sorriu como ela quando a jovem se formou.


"Ao ver esse resultado, ao ver o sucesso que ela fez, meu coração bateu mais rápido", confessou Peter.

Hoje, Peter trabalha como um investigador para uma empresa de planos de saúde. Enquanto isso, Josibelk começou uma carreira em uma empresa de contabilidade em South Windsor, Connecticut. Os dois terão sempre um lugar no coração um do outro.

 

"Poucas pessoas estão dispostas a se colocar em perigo para salvar os outros. E é por causa de pessoas como Peter e todos os nossos policiais e bombeiros que estou viva."

Já Peter, diz que "É uma daquelas coisas que toca seu coração e fica com você para a vida toda. Os bombeiros fizeram o trabalho deles, eu fiz o meu trabalho, e a equipe do hospital fez o trabalho deles. Como resultado, temos uma bela jovem ainda viva no mundo".

E então, leitor(a), o que achou dessa história? O que teria feito no lugar de Peter? Conhece algum caso parecido? Deixa pra gente nos comments (:




Matérias selecionadas especialmente para você

Via   Courant  
Imagens Courant
Ultra Curioso
Ultra Curioso o acervo de um dos maiores sites de curiosidades brasileiros.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+