Curiosidades

Qual é a maneira educada de se chamar um garçom, afinal?

0

Você já passou pela seguinte situação: foi a um restaurante/bar e na hora de chamar o garçom precisava ficar com os braços levantados, ou precisou chamar quase gritando para que ele pudesse te ver, e mesmo assim não via? Bem, esse é um lugar no qual você não deve voltar, pelo menos não de acordo com as regras de etiqueta.

Isso acontece porque uma das funções do garçom é estar sempre atento aos clientes, inclusive ao menor gesto, afinal, ele está lá para isso. da mesma forma que não é cortês da parte do cliente ficar “puxando assunto” com quem está lhe servindo, pelo fato de que a pessoa está ali a trabalho.

O que não quer dizer que você deve ser mal educado, nem vice-versa. Também é necessário, da parte do cliente, conhecer as diversas funções dos funcionários de um restaurante, pelo menos aqueles que irão te servir.

É importante lembrarmos que não temos o intuito de criticar, julgar, muito menos impor verdades absolutas. Nosso objetivo é único e exclusivo de informar e entreter. Por isso, o conteúdo dessa matéria se destina a aqueles que se interessarem e/ou identificarem.

Esse é um conhecimento necessário pois dentro de um estabelecimento desses existe determinada hierarquia. Fazer um pedido à pessoa errada pode causar muita confusão, além de atrasar todo o serviço. Por exemplo, você sabe a diferença entre um Maître d’hotel, Garçom, Cumim e Sommelier?

Maître d’hotel

01

É quem recebe as pessoas na entrada do restaurante. Encaminha as pessoas até a mesa, faz sugestão de pedidos, anota os pedidos dos clientes e entrega ao garçom. Caso tenha dúvidas sobre pratos e acompanhamentos, elas devem ser solucionadas com eles. Geralmente os Maîtres usam smoking.

Garçom

02

O garçom é o encarregado de servir pratos, também podendo anotar pedidos simples como bebidas e sobremesas. Em geral, usa paletó diferente do maître, ou apenas um colete ou camisa de manga longa. Ele pode ser identificado por sua gravata borboleta preta.

Cumim

03

Auxilia o garçom, normalmente quem fala com ele é o garçom e não o cliente. Se veste da mesma maneira que o garçom, com a diferença da gravata borboleta, que é branca. Eventualmente o cliente pode dirigir a palavra ao cumim para resolver alguns detalhes, como pedir um cinzeiro, novo talher, pão ou manteiga, etc.

Sommelier

04

Encontrado apenas nos restaurantes mais sofisticados, é o responsável pelos vinhos. São pessoas especialistas em vinhos, por isso, ao encontrar um, não tenha medo de perguntar e pedir sua opinião. Em restaurantes que não existem Sommelier, geralmente é o Maître quem anota os pedidos de vinho, podendo até dar um palpite ou outro.

Essas são designações especificadas pela jornalista especializada em etiquetas e comportamento, Claudia Matarazzo, em seu livro Etiqueta Sem Frescura. As regras de etiqueta nos ajudam a não “pagarmos mico” em situações formais, que podem até não fazer parte do seu dia-a-dia, mas eventualmente pode acontecer, e é sempre bom estar preparado.

E afinal de contas, qual a maneira correta de chamar um garçom? Como dissemos acima, ele deve estar atento ao menor movimento do cliente, por isso, não é preciso plantar bananeiras ou ficar sacudindo os braços até que ele te veja. O correto é levantar levemente a mão, quase uma menção de chamá-lo. Não é preciso chamá-lo pelo nome, nem fazer “psiu”, utilize apenas gestos discretos o suficiente para que ele veja.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Encontraram algum erro? Ficaram com alguma dúvida? Possuem sugestões? Não se esqueçam de comentar com a gente!

11 ilustrações que revelam os que os objetos do cotidiano te diriam caso pudessem falar

Matéria anterior

15 coisas que só as pessoas sentimentais entendem

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.