Curiosidades

Segredos horríveis das civilizações do Peru foram descobertos

0

Não há dúvida, as constantes descobertas  arqueológicas têm ajudado a definir cada vez mais o passado. Em suma, é por meio dessas descobertas, que entendemos melhor as culturas que fizeram parte da história. Ademias, é por conta dos inúmeros estudos científicos, que mudamos completamente a nossa compreensão do passado.

Em suma, os mistérios que norteiam os acontecimentos históricos vão se revelando e sendo desvendados pela sede incessante dos pesquisadores, que buscam incansavelmente respostas para uma gama de lacunas.

Um lugar que está revelando seus segredos é o sopé da Cordilheira dos Andes. E esse segredo é bem sangrento e horrível: esqueletos de crianças sacrificadas. Os arqueólogos desenterraram 29 corpos humanos sepultados há cerca de mil anos. Eles estavam no sítio arqueológico Huaca Santa Rosa de Pucalá, na região de Lambayeque, no noroeste do Peru.

Descoberta

Quatro desses esqueletos pertenciam a duas crianças, um adolescente e um adulto. Todos da cultura Wari. Segundo Edgar Bracamonte Lévano, diretor da escavação e arqueólogo pesquisador do museu Tumbas Reais de Sipán, eles são os primeiros exemplos conhecidos de oferendas humanas da civilização Wari nessa região.

Além dos restos humanos, também se descobriu esqueletos de oito porquinhos-da-índia. E várias alpacas e lhamas que, provavelmente, foram sacrificadas. Também se descobriu  potes, garrafas e uma faca com uma lâmina em forma de meia lua.

Esses túmulos foram reconhecidos como Wari pelo diretor da escavação porque três diferentes recintos em forma de D os cercavam. Isso era típico dos espaços religiosos dessa cultura.

“As oferendas humanas podem ter sido parte de um possível ritual realizado no momento de iniciar a construção desses espaços religiosos de estilo wari”, disse ele.

Análises

A equipe também descobriu, além das quatro oferendas humanas, uma quinta pessoa que tinha passado por um sepultamento secundário. “Quer dizer, ele foi enterrado em outro lugar e depois reenterrado dentro do recinto em forma de D”, explicou Bracamonte Lévano.

Essa civilização se instalou e floresceu ao longo das montanhas e costas do Peru atual por volta de 500 a 1000 d.C. Se conhecia eles por conta de seus tecidos finamente tecidos e por sua cerâmica esculpida. Além também de suas estradas e agricultura em terraços. E essas estradas foram depois incorporadas ao Império Inca.

Mesmo que ainda se debata a estrutura exata da sociedade wari, os arqueólogos encontraram evidências que sugerem que a religião era entrelaçada profundamente na política. E que as mulheres estavam incluídas nos níveis mais altos de governança.

Também se encontrou outros 25 esqueletos enterrados no mesmo local. No entanto, eles não foram sacrificados e pertenciam à cultura moche. Essa foi uma civilização que prosperou no que é atualmente Lambayeque de cerca de 100 a 700 d.C.

Fonte: https://www.sciencealert.com/andes-mountains-reveals-horrifying-secrets-of-peru-s-ancient-civilizations

Pesquisadores começaram a descobrir porque algumas pessoas conseguem ”ouvir” os mortos

Matéria anterior

Essa análise de uma múmia pode reescrever a história da mumificação egípcia antiga

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications