Curiosidades

Segundo pesquisas, existe mais de um tipo de curiosidade. Qual é a sua?

0
curiosidade

Todos nós já ouvimos o ditado que diz que a curiosidade matou o gato. No entanto, isso não nos impede de sempre estarmos curiosos. Afinal, a curiosidade afeta tudo em nossa vida. Desde os nossos relacionamentos, até a nossa educação. Contudo, mesmo que ela esteja sempre presente, é difícil identificá-la e colocá-la sob o microscópio para estudá-la.

No entanto, pesquisadores fizeram esse estudo, com ajuda da Wikipedia, explorando dois tipos principais de curiosidade. Eles usaram a navegação na Wikipedia como uma atividade para observar e uma técnica matemática chamada teoria dos gráficos para traçar e medir a curiosidade.

Ao todo foram observados 149 participantes navegando por 15 minutos por dia durante 21 dias. Nisso, eles cobriram 18.654 páginas no total. Esse estudo conseguiu dividir as pessoas em dois tipos previamente identificados no quesito curiosidade.

Tipos

tipos de curiosidade

Eles foram divididos entres o “intrometido”, que é aquele que explora várias informações diversas, e o “caçador”, que se mantém em um caminho com mai foco quando o assunto é ganhar conhecimento.

“A Wikipedia permitiu que introvertidos e extrovertidos tivessem oportunidades iguais na prática curiosa, uma limitação em outros estudos de curiosidade, enquanto o motor de busca sem anúncios permitiu que os indivíduos fossem realmente capitães de seus próprios navios de curiosidade”, disse a biofísica, Danielle Bassett, da Universidade da Pensilvânia.

Em seu estudo, Bassett e sua equipe conseguiram identificar os intrometidos e os caçadores. Eles viram quais tinham tendências a pular por toda a Wikipedia e quais eram mais propensos a ficarem nas páginas.

Contudo, os participantes nem sempre se atêm a um tipo ou outro de comportamento. E os pesquisadores queriam descobrir o motivo disso. Para isso, eles fizeram um questionário de bem-estar que foi entregue aos participantes no começo do estudo. Nesse questionário, era abordado tópicos como busca de interação social e tolerância ao estresse.

De acordo com a pesquisa, a necessidade de preencher lacunas de conhecimento específicas parecia ser o impulso para o comportamento caçador. Já o desejo de buscar novas informações era uma indicação de um perfil intrometido na navegação na Wikipedia.

“Nossa hipótese é que uma mudança do estilo caçador para o intrometido pode surgir devido à busca de sensações ou ao desejo por novidades e novas informações durante o dia”, disse Bassett.

Estudo

curioso

Esse estudo feito se destaca dos outros porque ele olha como a curiosidade é expressa, ao invés de tentar quantificá-la através do envolvimento em atividades. Como por exemplo, fazer perguntas, jogar jogos de trivia e fofocar. Basicamente, o que era o que os estudos anteriores faziam.

As descobertas do estudo podem ser muito úteis de várias formas. Como na abordagem de ensino, particularmente, em como o conhecimento e os recursos podem ser melhor apresentados.

Além disso, a curiosidade também está relacionada com o bem-estar emocional. Isso porque, as pessoas mais curiosas tendem a ficar mais satisfeitas com a vida e menos ansiosas. E garantindo que as informações estejam disponíveis de formas bem acessíveis, isso pode ser um estímulo para a curiosidade. E também promover um contentamento ao mesmo tempo.

“Precisamos de mais dados para saber como usar essas informações em sala de aula. Mas espero que desestimule a ideia de que existem pessoas curiosas e indiferentes”, concluiu o psicólogo, David Lydon-Staley, da Universidade da Pensilvânia.

Geólogo encontra rocha vulcânica incrivelmente semelhante ao Monster Cookie

Matéria anterior

7 casais de celebridades que se casaram em 2020

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar