Curiosidades

Super raros ”bebês dragões” foram exibidos na Eslovênia

0

É claro que ninguém nunca viu um dragão. Até porque esses monstros não existem. Mas isso não impede que todos nós saibamos exatamente como eles são fisicamente. Muito antes de produções de Hollywood, esses animais já faziam parte do nosso imaginário. Seja por meio de histórias e lendas, que foram passadas de geração a geração, ilustrações ou pinturas de livros. Tudo isso foi o suficiente, para fazer dos dragões uma lenda viva mais do que real.

Eles foram retratados em várias histórias das mais variadas formas. Em algumas, eles são pensados como animais úteis e protetores. Enquanto outros são perigosos e intimidadores. Seja como for a personalidade deles, o tempo passa e eles continuam a cativando a imaginação de todos.

Esses répteis alados evocam um passado misterioso e lendário, e estão tão enraizados, em nosso imaginário, que, às vezes, é como se eles fossem reais. E não restam dúvidas de que os dragões chamam muito mais a atenção, do que muitos animais incríveis que realmente existem. Por isso querer vê-los de verdade é como um sonho se tonarnado realidade. Surpreendentemente, no aquário subterrâneo em uma caverna eslovena estão três “filhotes de dragão” deslizando por lá.

Bebês dragões

De acordo com as autoridades, eles nasceram, em 2016, de uma rara e bem sucedida criação. Somente 30 visitantes serão permitidos por dia, para fazer visitações aos chamados bebês dragões. Eles são antigos predadores subaquáticos, capazes de viver até 100 anos e de se reproduzirem somente uma vez em uma década.

“Estamos orgulhosos de apresentar três dos 21 filhotes de olmos, a mundialmente famosa ‘prole do dragão’, sobre a qual mantemos um olhar atento desde 2016”, disse a caverna de Postojna em comunicado.

Esses três filhotes fazem parte do grupo de 21 dos que nasceram em 2016. quando um dos olmos da caverna depositou aproximadamente 60 ovos em um tanque de observação. E para que eles conseguissem sobreviver e que fosse possível reunir mais informações sobre essas criaturas, as autoridades da caverna mantiveram os animais longe dos visitantes. Eles ficaram em um laboratório como sendo o seu segredo mais bem guardado até agora.

Atração

Os animais medem no máximo 35 centímetros de comprimento. Ele é cego e tem seus quatro membros minúsculos. Com essas características, ele está bem longe de ser o animal monstruoso e assustador que são imaginados nos filmes e nos folclores.

Ele também é chamado, às vezes, de “peixe humano”. O animal tem três brânquias de penas em cada lado do seu focinho alongado. E por conta da sua pele rosada, é mais fácil ver a localização dos órgãos internos. E essas espécies protegidas podem ficar sem comida por até uma década.

Eles são encontrados, principalmente, nos rios das cavernas dos Balcãs. E os olmos vivem na mundialmente famosa caverna de Postojna. Ela fica a 50 quilômetros a sudoeste da capital Ljubljana. A capital, segundo os pesquisadores, tem milhões de anos.

A apresentação desses bebês dragões acontece apenas durante alguns dias. A caverna é uma das maiores atrações da Europa e atrai 700 mil visitantes por ano. Mas por conta da pandemia do coronavírus, teve que ser fechada para visitação por três meses.

Cientistas encontram um ”botão cerebral” que faz com que ratos entrem em hibernação

Matéria anterior

Veja o plano incrível de uma cidade em Marte sob uma cúpula

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.