Curiosidades

Como nossa tecnologia poderia sobreviver à superfície de Mercúrio

0

O sistema solar é formado pelo sol e mais 1.700 corpos celestes menores, entre cometas, asteroides e os planetas com seus satélites. Nosso sistema solar, fica em um dos espaços da Via-Láctea. Em suma, ele é formado pela estrela solar e por tantos outros corpos celestes ao seu redor. Destes, podemos citar a lua, asteroides, planetas e seus satélites, junto de tudo aquilo que estiver presente no espaço sideral.

Mercúrio é o planeta mais interno do nosso sistema. Ele leva somente 88 dias terrestres para completar sua órbita em volta do sol. Fazendo isso a uma distância média de aproximadamente 58 milhões de quilômetros. Por ser tão próximo do sol, se alguém estivesse na superfície do planeta o sol pareceria três vezes maior do que se vê na Terra.

Mercúrio

Mercurio2, Fatos Desconhecidos

 

Contudo, em comparação a intensidade da radiação que atinge a Terra, é sete vezes a quantidade de luz solar que atinge o lado diurno de Mercúrio. Isso faz com que sua superfície atinja temperaturas de até 430° Celsius. Além disso, toda essa radiação que atinge Mercúrio também o dá uma cauda espetacular no formato de um cometa, que se estende por milhões de quilômetros.

Depois que o sol se põe, o calor se perde rapidamente. E o planeta não tem uma atmosfera que seja digna de mencionar. Tendo apenas uma névoa fina chamada exosfera. Ela é feita de oxigênio, sódio, hidrogênio, hélio e potássio que são dispersos e levantados por colisões ocasionais de meteoritos e pelo vento solar. Por isso que as temperaturas podem cair até -180 Celsius.

Sobrevivência

Mercurio1, Fatos Desconhecidos

E será que os humanos conseguiriam sobreviver em Mercúrio? Mesmo ele estando tão perto do sol, e tendo suas oscilações bem violentas de temperaturas, os humanos poderiam, em teoria, andar pela superfície do planeta.

Com a rotação lenta de Mercúrio, ele leva 59 dias terrestres para girar uma vez. Contudo, seu ano relativamente curto de 88 dias significa que ele leva pouco menos de 176 dias para completar um único ciclo de dia e noite.

Seguindo a linha do terminador, que é a zona crepuscular que muda de forma lenta que nós experimentamos conforme o sol se põe, é possível evitar o calor do sol e também o frio extremo do planeta.

Viagem

Mas se a possibilidade de sobreviver no planeta existe, como os humanos chegariam até ele? O real problema é descobrir uma maneira de pousar em Mercúrio com segurança.

Até porque, como o planeta não tem uma atmosfera para funcionar como um freio conveniente, isso quer dizer que se precisaria de mais combustíveis pesados para controlar a velocidade.

Por mais que ele seja um pouco maior do que a lua, Mercúrio tem um núcleo de ferro gigante em comparação com a sua crosta que é relativamente fina. Essa é uma característica misteriosa que faz com que o planeta seja pesado para o seu tamanho.

Ademais, essa densidade significa que a atração gravitacional de Mercúrio é somente um terço da do nosso planeta.

Também existe a questão da própria viagem em si. Colocando de lado a crescente dos níveis de radiação à medida que se aproxima do sol, a viagem levaria de seis a sete anos em uma trajetória complexa até chegar a Mercúrio.

Mesmo uma viagem sem passageiros para o planeta seria considerado um grande feito. E enviar uma sonda para o planeta pode ajudar os pesquisadores a desvendar vários dos mistérios a respeito desse nosso vizinho planetário. Além de dar a eles uma nova perspectiva a respeito do menor planeta do sistema solar.

7 celebridades que não acreditam em Deus

Matéria anterior

Cada vez mais humanos estão desenvolvendo uma artéria extra

Próxima matéria

Você também pode gostar

Mais em Curiosidades

Comentários

Comentários não são permitidos