Fatos Nerd

Tudo o que já sabemos sobre Valorant, o novo jogo de tiro da Riot Games

0

No final de 2019, a Riot Games comemorou seu aniversário de 10 anos. Os jogadores de League of Legends ganharam diversos prêmios, como Riot Points, skins lendárias e até mesmo o URF, modo sazonal que os jogadores adoram. Entretanto, as coisas não pararam por aí. Um grande evento foi feito, anunciando diversas novidades nessa nova década da empresa. Além das novidades nos jogos já existentes, foram anunciados animações e também novos games. Um deles se chamava Project A, porém agora se chama Valorant e já tem novas informações divulgadas.

Embora ainda não tenha uma data específica, a empresa revelou que será lançado no terceiro trimestre de 2020. Ele será gratuito, provavelmente seguindo o mesmo negócio de League of Lengeds, onde os jogadores podem customizar seus heróis com microtransações. Enfim, agora que já sabemos o básico, vamos entender um pouco sobre sua jogabilidade e requisitos.

Jogabilidade

Como é um novo jogo, a Riot Games resolveu dar uma inovada, se distanciando de LoL com um FPS. No visual, o jogo lembra muito Fortnite ou Overwatch, porém sua jogabilidade está mais próxima do CS: GO. Assim como ele, o jogo é dividido em turnos. A grande diferença é que personagens com diferentes habilidades podem ser escolhidos.

O jogador não pode mudar de personagem no meio da partida, o que pode ser feito, por exemplo, em Overwatch. Com isso, é preciso pensar bem na hora de escolher, principalmente com relação ao restante do time. Os personagens podem fazer uma série de coisas diferentes, como criar cortinas de fumaça ou criar paredes.

No começo de cada rodada, o jogador pode comprar novas armas e habilidades. Com relação as armas, nada é muito diferente de qualquer outro FPS. Contudo, quando vamos para as habilidades, as coisas mudam, já que existem opções bem interessantes para o combate. Jogadores de alto nível vão precisar dominar bem tais armas e habilidades.

Valorant

Como era esperado, vão existir diversos mapas jogáveis. Pelo pouco que já foi exibido, eles lembram muito os mapas de CS:GO, onde existe lugares pré-determinados para bombas, spawn e conflito. Com o passar do tempo, novos mapas serão adicionados. Outro ponto interessante é que, até o momento, os jogadores poderão comprar apenas skins de armas com dinheiro real. Lembrando que é bastante possível que skins de personagens surjam com o tempo.

O jogo terá apenas histórias introdutórias para os personagens Não sabemos se a Riot Games vai se aprofundar com o passar do tempo.

Requisitos mínimos para jogar Valorant

Valorant

Segundo a própria Riot Games, Valorant exigirá uma CPU Intel i3-370M, com GPU Intel HD 3000, caso o jogador não se importe de jogar com 30 FPS. Para quem quer atingir os 60 frames por segundo, uma CPU Intel i3-4150 e Geforce GT 730 serão o bastante. Para quem quer ir um pouco além com 144+, uma CPU Intel Core i5-4460 3.2GHz com uma GTX 1050 Ti. Em suma, o jogo pode ser jogado na maioria dos computadores atuais, sendo bem democrático.7

Enfim, o que achou do novo jogo da Riot Games? Comenta aí e compartilha com todo mundo.

Cientistas estão construindo teletransportador quântico baseado em buracos negros

Matéria anterior

Conheça o papagaio Drácula, a ave mais gótica do mundo

Próxima matéria

Você também pode gostar

Mais em Fatos Nerd

Comentários

Comentários não são permitidos