Algumas pessoas veem rostos onde menos se espera – isso porque “sofrem” de pareidolia, uma palavra derivada do grego: “para” (errado) e “eidolon” (imagem, formato).

É um tipo de apofenia – quando a pessoa enxerga padrões em dados aleatórios. Alguns exemplos comuns ocorrem quando as pessoas observam imagens de Jesus em nuvens ou a imagem de um rosto humano em uma cratera da Lua.

Publicidade
continue a leitura

O maior exemplo de pareidolia, talvez, é o Santo Sudário, um pedaço de pano com a imagem de um homem, que muitos creem ser Jesus, pois a imagem é consistente com a de alguém que foi crucificado.  A imagem negativa foi observada pela primeira vez em 1898 em uma placa fotográfica inversa do fotógrafo amador Secondo Pia, que tirou fotos do pano quando ele foi exposto na Catedral de Turim.

Saiba mais sobre esse “fenômeno” e veja algumas imagens que farão você perceber que também carrega um pouquinho de pareidolia.

Publicidade
continue a leitura

2

Publicidade
continue a leitura

3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35]

Publicado em: 23/01/15 11h32