Veja o mapa mais detalhado que mostra cada pedacinho da nossa galáxia

POR Mateus Graff    EM Ciência e Tecnologia      04/05/18 às 19h19

Um mapa, caros amigos, é a representação visual de algum lugar ou região. A cartografia (ciência da concepção e fabricação de mapas) faz projeção de superfícies curvas sobre superfícies planas, em um processo chamado planificação. Pois bem, mas hoje não vamos dar uma aula de cartografia para vocês, mas sim mostrar um mapa interessante e que poucos de vocês já viram.

Hoje em dia, usando mapas virtuais, por exemplo, podemos chegar a qualquer lugar no planeta Terra. Mas e se caso você precisasse navegar no espaço, saberia andar por lá sem um mapa? Como não existe um mapa da nossa galáxia, a Missão Espacial Gaia da Agência Espacial Europeia (ESA) fez coleta de vários dados para criar um mapa com os mínimos detalhes da galáxia onde a Terra está localizada. Achou essa história interessante? A gente conta um pouco mais sobre o caso para vocês.

Missão Espacial Gaia

A missão começou ainda no ano de 2013. Gaia fez registros de posições, distâncias, movimentos de mais de um bilhão de estrelas e até mediu alguns asteroides do nosso Sietema Solar. Todas essas informações estão ajudando astrônomos a compreenderem melhor qual a origem da galáxia e principalmente como ela é.

O diretor de ciência da ESA, Günther Hasinger, afirmou o seguinte: "As observações da Gaia estão redefinindo as fundações da astronomia. Essa é uma missão ambiciosa que depende da colaboração humana para interpretar uma grande quantidade de dados complexos. Ela reforça a necessidade de projetos de longo prazo para garantir o progresso na ciência e tecnologia espaciais, além de implementar missões científicas mais desafiadoras daqui para frente."

Abaixo vocês podem ver o mapa das cores do céu, sobretudo da nossa galáxia, a Via Láctea. No canto direito inferior, a Grande e a Pequena Nuvem de Magalhães

O satélite da missão tem dois telescópios capazes de isolar as cores azul e vermelha. Com essa observação, as estrelas são vistas de diferentes perspectivas, em relação a um fundo de estrelas muito distantes, ou mesmo quasares que são considerados fixos.

Os detalhes do mapa

A diferença de perspectiva é chamada de paralaxe e permite obter a distância até a estrela de maneira precisa. As informações, coletadas entre 2014 e 2016, ajudaram os pesquisadores a catalogar a paralaxe, a distância de mais de 1,3 bilhão de estrelas em relação a Terra.

A imagem abaixo mostra a nossa galáxia e galáxias vizinhas: em cima, mapa do brilho e da cor das estrelas; ao centro, mapa da densidade total das estrelas; em baixo, as poeiras interestelares que preenchem a nossa galáxia.

O pesquisador Anthony Brown, da Universidade de Leiden, na Holanda, disse que "a nova leva de dados da Gaia representa um grande salto para o satélite Hipparcos da ESA, que veio antes da Gaia e foi a primeira missão do tipo, pesquisando mais de 118 mil estrelas há quase 30 anos." Ele acha que o diferencial do novo catálogo é a variedade de tipos de informações, como a distância e posições das estrelas.

E aí, gostou do mapa da nossa galáxia? Acha que as informações da Missão Gaia poderá nos dar um mapa ainda mais detalhado? Comente!

Via   G1     Revista Galileu  
Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+