Natureza

Você sabia que já houve terremoto em São Paulo?

0

Você já deve ter ouvido dizer que o Brasil não sofre com terremotos. Essa afirmação não é de todo verdade, já que algumas regiões sofrem com alguns tremores, mesmo que em pequena escala. Agora, no dia 27 de janeiro de 2022, um dos terremotos mais marcantes já ocorridos no Brasil completou 100 anos. O mais inusitado é que ele foi sentido na cidade de São Paulo.

Em 27 de janeiro de 1922, às 3h55 da madrugada, os paulistanos e habitantes de cidades vizinhas, em um raio de 450 km, foram despertados por um estrondo mais forte que um trovão. O barulho foi seguido por um chacoalhar de terra que abalou as estruturas das casas, rachou paredes e colunas e quebrou louças e móveis. 

O epicentro do tremor foi na cidade de Espírito Santo do Pinhal, em São Paulo, a 198 km da capital. Mesmo a quase 200 km de distância, moradores puderam sentir com clareza os efeitos do tremor. Até hoje, esse é o maior terremoto registrado na parte continental das regiões Sul e Sudeste do Brasil, com magnitude 5.1, na escala Richter.

No livro Sismicidade do Brasil, de 1984, há vários relatos sobre o abalo de 27 de janeiro de 1922, coletados de jornais. De acordo com informações do livro, os móveis que existiam em diversas casas foram atirados ao chão e as louças de uso doméstico ficaram quase todas quebradas. Além disso, “diversas lojas tiveram as suas prateleiras caídas, sendo que vários negociantes foram muito prejudicados com a quebra de mercadorias frágeis”, contam os relatos do livro.

terremoto

Folhapress

Operário morreu “de susto”

O terremoto ocorrido há 100 anos teria causado pelo menos uma vítima fatal. Mas engana-se quem pensa que a morte ocorreu pelo desmoronamento de uma alguma casa. De acordo com os jornais da época, a vítima teria sido o operário Vicente Júlio Novaes Júnior, de 58 anos, que teria falecido de susto causado pelo tremor. A causa da morte foi confirmada pelo legista que examinou o corpo, conforme indicam os registros da época.

A princípio, ninguém sabia que o que tinha acontecido se tratava de um terremoto. Inicialmente, a polícia local acreditou que a população havia se rebelado e utilizado dinamites para causar explosões. No entanto, informações do Observatório Meteorológico provaram o contrário: era um terremoto, que teve duração de apenas 4 segundos, que foram suficientes para assustar uma imensa quantidade de pessoas.

O terremoto pode voltar a acontecer?

Um terremoto como o ocorrido há 100 anos é raro, já que em São Paulo fenômenos como esse não costumam ocorrer. Entretanto, não é impossível. O Brasil está longe das bordas da Placa Sul-Americana e, por isso, a força que movimenta as placas tectônicas chega ao país de forma fraca.

iStockphoto

Esse é o motivo pelo qual as pessoas costumam dizer que o Brasil não pode sofrer com terremotos. Mas, na verdade, essa possibilidade é real. O que é mais difícil de acontecer são os tremores devastadores, que são vistos anualmente em países como o Japão.

Sendo assim, o terremoto sentido em São Paulo pode voltar a acontecer, assim como em outras partes do Brasil. As regiões Norte e Nordeste do país estão mais propensas a senti-los, assim como já ocorreu no Amazonas, no Ceará, no Rio Grande do Norte, entre outros.

”Não falamos do Bruno” se tornou o maior hit da Disney em décadas

Matéria anterior

Jovem recusa US$ 5 mil de Elon Musk para parar de monitorar voos

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos