• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Vulcão na Europa está agitado e pode colocar a vida de milhões de pessoas em risco

POR Leticia Rocha    EM Natureza      16/11/18 às 17h43

Campi Flegrei, que em tradução livre para o português significa Campos Flégreos, é um super vulcão localizado em Campânia, na Itália. Um relatório recente sobre a situação do local revelou que os italianos podem estar em grande perigo. Desde 2005, o vulcão tem se elevado e parece estar cada vez mais próximo de uma erupção.

O grande problema do local, o que torna a situação de fato preocupante, é que o local é muito próximo da cidade. Uma erupção poderia pôr os moradores em risco de vida real e poderia, inclusive, interferir no serviço aéreo e até mesmo na agricultura, com as cinzas e toda liberação de gases na região.

Monte Vesúvio

O Campi Flegrei é gigante e bem diferente daqueles que conhecemos. Não é uma elevação específica no solo, ele é na verdade uma imensa cadeia de vulcões que se divide em 24 crateras vulcânicas. Uma parte no Mar Mediterrâneo e outra na própria Itália. A primeira erupção registrada no local foi há cerca de 35 mil anos atrás no Monte Vesúvio. A erupção foi responsável pela destruição das cidades romanas de Pompeia e Herculano.

A catástrofe teria sido tão grande que alguns especialistas creditam a extinção dos Neandertais a esse evento. Cerca de 3,7 milhões de lava teriam sido expelidas sobre a superfície, o que deu origem a um inverno vulcânico.

Risco iminente

Por conta do histórico do vulcão, e de toda a sua dimensão, o local é considerado um dos mais perigosos do mundo. Ao seu redor há 360 mil moradores de Campânia e outros 1 milhão em Nápoles, que estão em risco eminente. Apesar de a região ser constantemente vigiada, os especialistas não conseguem dizer com precisão se uma erupção vai ou não acontecer. Muitos menos quando isso ocorreria.

O que se sabe é que as atividades do vulcão têm se tornando maiores e mais frequentes desde 2005. Antes desse período, um outro momento de agitação foi notado, entre os anos de 1970 e 1980. O que inclusive teria dado origem a alguns terremotos. Um comportamento semelhante ao que antecedeu uma pequena erupção no local em 1538.

Apesar das movimentações durante uma década, logo após esse período, as atividades do vulcão cessaram e novas ocorrências só foram registradas em 2005. Os especialistas seguem monitorando o local e em busca de quantificar um método mais exato quanto as possibilidades de uma erupção.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Leticia Rocha
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+