• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Vulcão na Europa está agitado e pode colocar a vida de milhões de pessoas em risco

POR Leticia Rocha    EM Natureza      16/11/18 às 17h43

Campi Flegrei, que em tradução livre para o português significa Campos Flégreos, é um super vulcão localizado em Campânia, na Itália. Um relatório recente sobre a situação do local revelou que os italianos podem estar em grande perigo. Desde 2005, o vulcão tem se elevado e parece estar cada vez mais próximo de uma erupção.

O grande problema do local, o que torna a situação de fato preocupante, é que o local é muito próximo da cidade. Uma erupção poderia pôr os moradores em risco de vida real e poderia, inclusive, interferir no serviço aéreo e até mesmo na agricultura, com as cinzas e toda liberação de gases na região.

Monte Vesúvio

O Campi Flegrei é gigante e bem diferente daqueles que conhecemos. Não é uma elevação específica no solo, ele é na verdade uma imensa cadeia de vulcões que se divide em 24 crateras vulcânicas. Uma parte no Mar Mediterrâneo e outra na própria Itália. A primeira erupção registrada no local foi há cerca de 35 mil anos atrás no Monte Vesúvio. A erupção foi responsável pela destruição das cidades romanas de Pompeia e Herculano.

A catástrofe teria sido tão grande que alguns especialistas creditam a extinção dos Neandertais a esse evento. Cerca de 3,7 milhões de lava teriam sido expelidas sobre a superfície, o que deu origem a um inverno vulcânico.

Risco iminente

Por conta do histórico do vulcão, e de toda a sua dimensão, o local é considerado um dos mais perigosos do mundo. Ao seu redor há 360 mil moradores de Campânia e outros 1 milhão em Nápoles, que estão em risco eminente. Apesar de a região ser constantemente vigiada, os especialistas não conseguem dizer com precisão se uma erupção vai ou não acontecer. Muitos menos quando isso ocorreria.

O que se sabe é que as atividades do vulcão têm se tornando maiores e mais frequentes desde 2005. Antes desse período, um outro momento de agitação foi notado, entre os anos de 1970 e 1980. O que inclusive teria dado origem a alguns terremotos. Um comportamento semelhante ao que antecedeu uma pequena erupção no local em 1538.

Apesar das movimentações durante uma década, logo após esse período, as atividades do vulcão cessaram e novas ocorrências só foram registradas em 2005. Os especialistas seguem monitorando o local e em busca de quantificar um método mais exato quanto as possibilidades de uma erupção.

Próxima Matéria
Leticia Rocha
Estudante de Jornalismo, apaixonada por pequi, vendedora de pão de mel e de tudo que colocar na minha mão!
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+