10 fatos que você não sabia sobre os tubarões

POR Eduardo Coelho    EM Mundo Animal      25/08/15 às 17h28

Desde o filme Tubarões chegar aos cinemas décadas atrás, muitas pessoas têm visto tubarões como nada mais do que arautos da morte portadores da destruição marinha. Embora seja verdade que os tubarões brancos possam ser perigosos para os seres humanos, a grande maioria das espécies de tubarões nunca atacou as pessoas, provocados ou não.

De fato, enquanto nós temos sido levados a acreditar que os tubarões são a coisa mais perigosa que você pode encontrar na água, eles não estão no topo da cadeia alimentar nos oceanos do mundo inteiro. O conto do tubarão tem sido muito mal interpretado e exagerado ao longo dos anos, mas os fatos reais são ainda mais interessantes do que os mitos.

Confira você mesmo:

10. A maioria dos tubarões é inofensiva

A maioria das espécies de tubarões já registradas, especificamente mais de 400,  são inofensivas à seres humanos, e até mesmo às demais espécies de tubarões. Muitos deles se alimentam somente de peixes pequenos e não possuem a dentição voraz com o qual os mais 'assustadores', são conhecidos.

9. Tubarões podem respirar mesmo sem nadar

As táticas de respiração dos tubarões, vem sendo pesquisadas ao longo dos anos, e enfim encaminha-se para a chegada de algumas conclusões. Entre elas, o fato de que os tubarões podem permanecer imóveis e mesmo assim respirarem, o que até então era considerado um mito.

8. Ataques de tubarão à seres humanos existem, mas fazem sensacionalismo com isso

Claro que existem relatos verídicos de ataques de tubarões a seres humanos, principalmente em encostas de praias que sejam ambientes habitáveis para os bichos, mas a mídia realiza um grande sensacionalismo envolvendo as investidas do animal marinho as pessoas. Nos Estados Unidos, por exemplo, do início de 2015 para cá, foram registrados apenas 11 ataques. Portanto, sem histeria coletiva!

7. Eles não são os assassinos mais perigosos dos oceanos

Achavam que eles eram os predadores mais temíveis dos oceanos? Ledo engano, caro amigo(a)! As orcas conseguem em um embate direto, vencer qualquer investida dos tubarões.

As orcas se apropriaram de uma defesa muito curiosa, elas conseguem fazer com que os tubarões cheguem a se sentirem paralisados por alguns minutos, por intermédio da imobilização tônica, virando-os de cabeça para baixo e atacando-os.

6. As fêmeas podem se reproduzirem sozinhas

6-hammerhead-481364121

Normalmente, ocorrendo apenas em cobras e lagartos, a partenogênese é um tipo especial de reprodução em que os bebês animais são provenientes de um óvulo não fertilizado sem o uso de qualquer DNA masculino. Recentemente, os pesquisadores ficaram surpresos quando um tubarão-martelo fêmea tinha um martelo bebê, apesar de a mãe não ter nenhum contacto com um martelo masculino durante seus três anos de cativeiro em um aquário de Nebraska. Embora as fêmeas possam conter esperma, nunca houve outro relato similar de ele durar bastante no corpo dela ao ponto de permanecer em seu organismo tanto tempo.

5. São espécies extremamente ameaçadas de extinção

axs

Muitas pessoas se alimentam de tubarões, usam suas barbatanas em sopas, além de outros pedaços de seu corpo para alimentação, no mundo todo. Principalmente na Ásia, esse hábito degustativo é bastante apreciado. O que vem sido um agente direto da diminuição de espécies de tubarão em vários lugares do planeta.

4. Tubarões ajudam no combate ao câncer

Muitas pessoas especializadas, estudiosos marinhos, associam o tubarão, à cura e tratamento de alguns tipos de câncer. E isso, não é de todo modo uma crendice qualquer. as cartilagens da pele dos tubarões tem uma substância chamada de esqualamina que está intrinsecamente relacionada a prevenção de diversas patologias.

3. Os mergulhos com "jaula humana" para atrair tubarões são um perigo

Pesquisas recentes tem concluído que os atos, seja de pesquisadores, mergulhadores e pessoas do gênero, que se submetem a entrar em jaulas dentro dos oceanos, para entrarem em contato com tubarões, tem sido algo realmente muito perigoso, pois os tubarões estão associando a presença humana nesses aparatos, à alimentação, pois eles sempre são alimentados com carne nas sessões. Isso pode levar que os animais ataquem pessoas nas praias próximas onde isso ocorra.

2. Eram comuns sacrifícios de humanos à Deuses Tubarões

2-shark-god

 

Nas mitologias do pacífico, especificamente no Havaí, era comum o culto a um Deus Tubarão, chamado de  Kauhuhu. O Deus era responsável pelas águas e pela proteção, assim como na Índia que eram comuns os sacrifícios até mesmo de seres humanos em cultos à divindades tubarões.

1. Existe um método de imobilizá-lo em um eventual ataque naturalmente

Claro que não desejamos de modo algum, que você tenha esse tipo de experiência na sua vida. Mas se você algum dia na praia, eventualmente sofrer algum ataque de tubarão, tente virá-lo de cabeça para baixo e, em seguida, segurá-lo debaixo d'água. O animal vai permanecer imóvel por vários minutos. Essa é a imobilidade tônica, ou seja, um mecanismo de defesa evolutiva do tubarão, semelhante a fingir-se de morto.

O mais curioso, é que os cientistas não sabem concluir, porque os tubarões tem esse comportamento e atitude, já que eles são topo da cadeia alimentar.

 

Eduardo Coelho
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+