História

10 métodos de execução mais cruéis inventados pela humanidade

0

Existem algumas métodos de execução antigos que realmente podem tirar o nosso sono a noite. Já pararam para pensar no quanto as pessoas eram cruéis antigamente? Pense na crucificação de Jesus Cristo, como puderam fazer uma tortura tão cruel com uma pessoa enviada por Deus? É, realmente as métodos arcaicos utilizados pelas pessoas antigas são um tanto medonhos, e nos faz pensar o quanto a humanidade cruel.

Vocês já devem ter lido alguma coisa sobre como os nazistas executavam os judeus, nas câmaras de gás que matavam milhares de pessoas, mas e as execuções feitas antes deles? Fizemos esta lista com os 10 métodos de execução mais cruéis inventados pela humanidade, confira:

1 – Execução com mil cortes no corpo

1

Este é um dos métodos de execução mais brutais de todos, tendo origem na China. Ele foi usado a partir do ano 900 e foi proibido em 1905. Era um castigo reservado apenas para os mais severos crimes da época, como traição e fratricídio. Durante o procedimento, usava-se uma faca bem afiada para cortar os criminosos, removendo pedaços da carne durante um longo período. A vítima era amarada em um luar público e em seguida cortada a carne, retirando vários membros como os seios. Em seguida, cortava-se orelhas, nariz e órgãos genitais.

2 – Sapatos de cimento

sapatos

Um dos métodos de execução preferidos da máfia americana eram os sapatos de cimento. Antigamente, eles usavam esse tipo de execução com casais, amarravam um no outro e os afogava, já os sapatos de cimento as pessoas eram afogadas com dois blocos de cimentos nos pés em vez de estar amarrado a alguém do sexo oposto.

3 – Andando na prancha

plank_thumb2-600x396

Você já deve ter visto várias vezes esse tipo de execução em desenhos ou filmes. Esse tipo de execução obriga a pessoa a anadar na prancha até cair na água, mas não pense que o objetivo eram matar as pessoas afogadas. Os marinheiros faziam isso com pessoas desonestas, mas jogavam-nos em lugares repletos de tubarões, que não dava tempo nem das pessoas se afogarem.

4 – Mazzatelo

serrar

Nomeado de mazzatello pelo fato de usar um martelo, esse método de pena era popular nos estados papais durante o século 18. Os condenados seriam levados a um andaime em uma praça pública com o carrasco (que executa as pessoas) e um caixão. O carrasco dava uma martelada bem forte na cabeça dos condenados, e na maioria das vezes eles ficavam atordoados, obrigando o carrasco a cortar a garganta para finalizar o serviço.

5 – Serrar

hangdrawquarter

Praticada em boa parte da Europa de da Ásia, essa método colocava a vítima de cabeça para baixo e em seguida começava a serrá-la, começando da virilha. Devido o método usar a pessoa de cabeça para baixo, o cérebro recebia muito sangue, o suficiente para manter a pessoa consciente até que fossem cortados os grandes vasos do abdômen.

6 – Águia de Sangue

aguia

A Águia de Sangue é um dos métodos de execução mais cruéis desta lista. Eles faziam cortes nas costelas da vítima pela espinha, quebravam as costelas e as colocavam para fora junto com os pulmões, deixando semelhantes as asas de uma águia.

7 – O Tickler Espanhol

ticker

O Tickler Espanhol também é conhecido como pata de gato, e era usado para rasgar toda a pele da vítima. Na maioria das vezes, as vítimas desse método não morriam imediatamente, mas faleciam pouco tempos depois devido a infecções que surgiam nas feridas.

8 – Bambu

bbb

Uma punição lenta e muito dolorosa que era usada na Ásia, onde a vítima era amarrada ao longo de vários brotos de bambu. Até ai tudo bem, né? O problema é que o bambu cresce muito rápido, e com o tempo ele começava a penetrar diretamente o corpo da vítima, sendo uma forma de tortura seguida de execução.

9 – Enterrados vivos

2553xhc1

Já pensou no quanto deve é ruim ser enterrado vivo? Veja aqui a matéria do Ultra Curioso sobre pessoas que foram enterradas vivas. A técnica de enterrar pessoas vivas foi muito usada ao longo dos anos da história para executar condenados. Um dos últimos casos documentados foi durante o Massacre de Nanquim, no ano de 1937, quando as tropas japonesas enterraram vários civis chineses vivos.

10 – Crucificação

crucificac3a7c3a3o_mao

A crucificação é um método de execução antigo, no qual estavam as mãos e pés vinculados com uma madeira em forma de cruz. A pena eram para escravos, traidores, hereges e para os piores criminosos. Esse método era muito usado durante o reinado de Alexandre, o Grande, e infelizmente ainda permanece em uso em alguns países.

E aí amigos, qual método de execução vocês acharam mais cruel? Comentem!

6 formas de convencer os seus pais a deixar você fazer TUDO o que quiser

Artigo anterior

Quem são os donos dos maiores sites de pornografia do mundo?

Próximo artigo