10 personagens da Disney que foram planejados de forma bem diferente

0

As animações da Disney não são marcantes apenas por suas histórias e canções, seus personagens também tem um papel bem importante no sucesso de algum desenho. Tanto heróis como vilões já conseguiram deixar sua marca ao longo do tempo e hoje, muitos deles são facilmente reconhecidos em qualquer lugar, até mesmo se estiverem em versões de fã arte. Isso, levando em consideração apenas as formas.

Outro fator que torna tantos personagens inesquecíveis são suas personalidades. Já imaginou como seria Hades (Hércules) caso fosse um vilão sério e amargurado? Ou como seria Mushu (Mulan) sem a sua ambição eufórica e plenos atrapalhados? Consegue imaginar, mesmo com todo o seu poder, a Elsa (Frozen) como uma vilã? Algumas dessas situações realmente poderiam acontecer, caso a Disney não tivesse pensado duas vezes antes de seguir em frente com certos projetos. Abaixo, selecionamos personagens que, orginalmente, foram planejados de foram bem diferente.

1 – Ursula (A Pequena Sereia) seria uma criatura menos assustadora

A personagem foi inspirada na drag queen conhecida como Divine e, em seu primeiro esboço, ela não possuía aqueles enormes tentáculos horripilantes. Originalmente, a vilã foi baseada na forma de um peixe-espinho junto com um peixe scorpion.

2 – Aladdin (Idem) era para ser muito mais jovem

Aladdin é um jovem homem, no entanto, no início do projeto ele foi planejado como um jovem menino. De acordo com os comentários presentes no DVD de 2004 da animação, originalmente, o personagem deveria ser baseado em uma versão mais nova de Miachel J. Fox. No entanto, no final das contas os animadores decidiram que para Aladdin funcionar como interesse amorosa para Jasmine, ele deveria ser mais velho e, portanto, o foco de inspiração foi voltado para Tom Cruise.

3 – O mesmo aconteceu com Cruella De Vil (101 Dálmatas)

A fashionista obcecada por roupa de pele de animais, deveria ser uma mocinha por volte de seus vinte anos de idade, aos menos este era o plano inicial do animador Marc Davis. Entretanto, a Disney achou que uma mulher mais velha e cheia da grana seria melhor para o trabalho. Uma decisão que deu muito certo, pois, dificilmente um Cruella mocinha seria tão medonha quanto a retratada no desenho.

4 – Branca de Neve sexy

De acordo com o Daily Mail, as versões iniciais da personagem eram inspiradas na Betty Boop e mostravam longos cílios e lábios carnudos. Até que Grim Natwick, o artista que a criou, foi informado para torná-la um pouco mais, digamos, recatada.

5 – Gaston (A Bela e a Fera) era para ser feio

Os primeiros desenhos de Gaston o retratavam de forma pequena, muito magra e nada elegante. Contanto, o propósito do desenho sempre foi mostrar que a beleza exterior não importa nada se você é uma pessoa ruim por dentro. Por isso, o personagem foi reformulado para ser forte, bonito e extremamente desagradável.

6 – Malévola (A Bela Adormecida) se parecia com um inseto

Para ser exata, ela deveria se parecer mais com uma formiga, com duas anteninhas na cabeça e nada amedrontadora. Convenhamos que a mudança veio apenas para melhor. Os dois chifres e a remodelagem de seu rosto concederam a Malévola um ar muito mais intimidador, ela se tornou uma vilã que, facilmente, marcaria a vida de qualquer criança que assiste a animação.

7 – Gênio (Aladdin) seria verde

Acredito que todos as pessoas que cresceram assistindo animações da Disney não conseguem imaginar o Gênio da lâmpada mágica de outra cor a não ser azul. Felizmente, a Disney alterou não somente a cor do personagem, como também um pouco de sua forma. No inglês, quem fez a dublagem do Gênio foi Robin Williams, aproveitando, o estúdio deixou o personagem mais perecido com o ator.

8 – Rei Triton (A Pequena Sereia): magro e calvo

O pai de Ariel é quase um monstro marítimo: alto, forte, cabeludo e barbudo. Mas a história mudou quando a Disney pensou duas vezes em seguir com essa imagem para o personagem. No fim de tudo, ele foi apresentado com base inspiratória nos deuses gregos.

9 – Elsa (Frozen) era para ser a vilã

Para quem não sabe, a história de Frozen é uma adaptação de um conto do autor Hans Christian Andersen, intitulado A Rainha do Inverno. Podemos dizer, inclusive, que a animação buscou mais inspiração do que adaptação da obra literária, pois há diversas diferenças, as quais mudam completamente a história. Uma delas é que, no conto, a personagem da Rainha – que deveria ser Elsa – é má. Contudo, quando Chris Buck e Jennifer Lee, diretores e roteiristas de Frozen, tocaram a canção Let it Go pela primeira vez, eles perceberam que seria impossível colocar Elsa como vilã da história. Ela também era uma vítima da situação. Algumas mudanças no seu visual também foram realizadas.

10 – Woddy (Toy Story) não deveria ser o mocinho do filme

Originalmente, o vaqueiro estava longe de ser amigo de todos e muito menos deveria salvar o dia. Woody era para ser aquele personagem marrento e mau, no entanto, o estúdio não gostou e nem aprovou a ideia. Tanto que eles se recusaram a seguir em frente com o projeto até que as devidas alterações fossem feitas.

Gostou da lista? Conhece mais alguma versão de personagem que não deveria ser como é? A verdade é que toda animação tem diversos esboços e mudanças até encontrar sua versão final. Mas alguns casos são tão estranhos ou interessantes que merecem destaque.

Depois de Senhor dos Anéis, Peter Jackson levará nova saga para os cinemas. Conheça Mortal Engines!

Matéria anterior

7 maiores “lendas satânicas” dos anos 80

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.