11 fatos estranhos e constrangedores a respeito do peido

POR A redação    EM Curiosidades      05/05/15 às 16h36

Quando a gente menos espera, lá vem aquele cheiro angustiante, abominável e, simplesmente, podre do peido de alguém, especialmente quando se está dentro de uma sala fechada, com ar condicionado, sem possibilidades do odor passar depressa, não é mesmo? O pior de tudo é que ninguém gosta de falar de peidos e há sempre aquele ditado insuportável, que aparece todas as vezes que alguém dá o alarme de que tem "bufa" no ar: "a galinha que grita primeiro é a dona dos ovos".

Claro que nós aqui do Fatos Desconhecidos também não gostamos de falar sobre algo tão fedorento quanto peidos, puns e bufas, como preferir nomear o seu; mas o fato é que vamos abrir espaço para que você tire algumas dúvidas sobre o assunto... daquelas que você nunca teria coragem de perguntar para ninguém. Bonzinhos, não somos?

Então confira abaixo, 10 curiosidades e fatos sobre peidos e o ato de peidar que quase ninguém conta:

1. Cueca sela-peidos

1

Sabia que existe uma roupa íntima inventada exatamente para evitar que as flatulências escapem? Pois é, ela projetada por Michael David Levitt, um dos pesquisadores que mais estudou o peido. Dizem que essa roupa íntima era feita em filme de poliéster, com um filtro de carvão ativado - daqueles usados em trajes de astronautas -, que fornece ar aos "documentos" e não deixa vazar o odor horrível que o pum é capaz de trazer do interior das pessoas.

2. Peido das mulheres é muito pior

2

Estudos apontam que o peido feminino pede ser muito mais "fatal" que o dos homens. Isso porque as mulheres têm uma concentração maior de ácido sulfídrico, responsável pelo futum desses gases. Por outro lado, os homens produzem muito mais gases que as mulheres.

3. Profissionais do pum

5

Michael Levitt, conhecido também como Senhor dos Peidos (rs), chegou a inventar uma técnica de avaliação de peidos para diagnosticar a má digestão de carboidratos por parte do intestino delgado. Para isso, claro, ele precisava cheirar a flatulência alheia.

Mas esse não foi o único profissional "cheirador" de puns. Na medicina tradicional chinesa, por exemplo, existe uma função apelidado de "wen pishi" que, basicamente, consiste em detectar doenças gastrintestinais por meio do odor dos peidos dos pacientes. Eca!

4. Peidos personalizados

6

Por incrível que pareça, cada peido tem um cheiro diferente e pode ser tão preciso quanto impressões digitais na hora de identificar as pessoas. Isso porque o odor de cada peido depende muito da forma que cada corpo funciona e, claro, da dieta que as pessoas costumam ingerir.

5. Pum para encontrar cadáveres

3

O cheiro da bufa também pode ser usada para localizar um cadáver usando somente o olfato (não que essa seja a melhor forma de procurar pelos mortos). Isso porque até três horas após a morte, os seres humanos podem expelir matéria fecal e peidos, resultantes da contração muscular e do inchaço do corpo, que antecede a fase de rigidez.

6. É fedorento, mas não mata

8

Ninguém gosta de cheirar aquele cheirinho podre dos peidos alheios, mas mesmo sendo nojentos, pode ficar tranquilo: eles não matam. Isso porque, mesmo se tratando de uma potente composição química com a presença de ácido sulfídrico - letal para o ser humano -, a quantidade desse último componente presente no peido humano não é suficiente para matar alguém asfixiado. A concentração deste gás com cheiro de ovo podre é apenas entre uma e três partes por milhão em cada pum. Para matar, no entanto, seria preciso mil partes por milhão!

7. Peido é inflamável

4

Pode parecer exagero, mas a verdade é que o pum pode sim pegar fogo! Claro que não é aconselhável fazer isso, mas se se você aproximar um isqueiro aceso na hora que você soltar uma daquelas bufas caprichadas, vai perceber que ela é totalmente inflamável! Há, inclusive, cientistas que afirmam que a combustão espontânea seria fruto de gases que ardem depois de entrar em contato com a eletricidade estática!

8. Peidando pela boca

10

Calma, que ninguém tem essa habilidade horrorosa, graças a Deus. O que acontece é que o ácido sulfídrico, responsável pelo fedor de nossos peidos, é o mesmo que causa aquele hálito de múmia pela manhã. Isso porque as bactérias que produz esse ácido está presente também em nossa boca e se alimenta das células mortas da língua humana, que aparecem quando ficamos horas respirando pela boca.

9. Comidas perigosas

7

Alguns alimentos são responsáveis pelo aumento da quantidade de gases no organismo humano. Frutas secas, cerveja, vinho, sidra de maçã e outras comidas e bebidas fermentadas contém uma uma grande quantidade de sulfitos, uma forma de sais do ácido sulfuroso que são usados como conservantes e que pode deixar o peido ainda mais fedido. Além disso, algumas coisas que comemos, como laticínios, podem ainda aumentar as bactérias no intestino delgado, o que também faz dos puns algo muito mais "mortal".

10. Número de peidos

9

A altura em que a pessoa vive pode indicar a quantidades de puns que ela solta. Quem vive ao nível do mar, por exemplo, emite 15,1 peidos a cada 24 horas. Mas, a 7 mil metros de altura, essa quantidade multiplica de forma fenomenal, chegando a uma média de 129,6 peidos por dia. Claro, levando em consideração uma pessoa normal.

11. Por que o peido fede?

Sem tabus, é normal que todos soltem gases de 10 a 20 vezes por dia. O que faz com que esse gás seja formado no nosso corpo é principalmente a digestão, na qual participam bactérias, e também pela ingestão de ar, que acontece enquanto falamos, comemos e dormimos, por exemplo. O vídeo abaixo explica um pouco mais detalhadamente essa nossa incômoda-porém-necessária função fisiológica:

Entretanto, 99% dos nossos gases são inodoros. CO2 e H2, dióxidos de carbono e hidrôgenio, são comuns na atmosfera e não apresentam cheiro específico. Entretanto, o vilão é aquele que abastece os fogos do inferno: o diabólico enxofre! Somado ao carbono e hidrogênio, ele forma o sulfeto de hidrogênio (H2S) e metanotiol (CH4S), ambos bastante desagradáveis. Fora isso, quanto maior a quantidade de proteína e aminoácidos na digestão, maior a concentração do cheiro.
Elevator1
Dentre a lista de alimentos terroristas, estão queijo, leite, batata (doce e comum), massas, repolho, ovos e feijão, é claro. Se você comeu algum desses hoje, por favor, evite usar o elevador com mais pessoas ou ficar em ambientes fechados.

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+