Os zoológicos são os locais que as pessoas visitam quando pensam em encontrar animais selvagens longe de seus habitats naturais. Para muitos, pode ser extremamente empolgante ver as criaturas tão de perto e perceber como elas se comportam em diferentes situações.

Apesar disso, nem sempre os zoológicos foram voltados somente para os animais. Pode parecer inacreditável, mas há algumas décadas habitantes de países da Europa tinham o hábito de frequentar zoológicos que apresentavam humanos trancados dentro de jaulas.

A prática bizarra servia para entreter pessoas que podiam assistir pessoas de algumas tribos indígenas vivendo em prisões abertas. Durante a Exposição Mundial de 1889, em Paris, cerca de 18 milhões de pessoas puderam ver mais de 400 aborígenes e africanos colocados em gaiolas ou cercados.

Os zoológicos humanos começaram a sumir da Europa depois da Segunda Guerra Mundial. Ironicamente, Adolf Hitler foi dos primeiros governantes a banir as atrações. A última exibição registrada desse tipo aconteceu na Bélgica, em 1958.

Aqui estão algumas fotografias chocantes que revelam como era a realidade dos zoológicos humanos do passado.

1 - Zoológico humano de Paris, Jardin d’Agronomie Tropicale

2 - Carl Hagenbeck, o homem que criou o conceito dos zoológicos, ao lado de nativos Selk’Nam

Publicidade
continue a leitura

3 - Garota africana em zoológico humano em Bruxelas, na Bélgica

4 - Pigmeu Ota Benga no zoológico do Bronx

5 - Mãe e criança na Vila de Negros da Alemanha

6 - Africanos e asiáticos capturados apresentados como atração

7 - Nativos ao lado de zebras

Publicidade
continue a leitura

8 - Pessoas indígenas participando de torneio de arco e flecha em 1904

9 - Índios apresentados na Exposição Mundial de 1931

10 - Habitantes de zoológico representados dentro de vilas

Publicidade
continue a leitura

11 - Pigmeus forçados a dançar para visitantes em exibições

12 - Cartão postal com fotografia da Lagoa da Vila Senegalesa

13 - Fotografia de 1886 mostra pigmeus em Paris

14 - Cartão postal coreano mostra canibais em zoológico humano de Tóquio, em 1914

Felizmente, hoje em dia o hábito não é mais comum ao redor do mundo e é extremamente condenado.

Publicado em: 13/02/17 21h18