Entretenimento

17 imagens que mostram exatamente o que acontece quando uma escada rolante trava

0

Quantas vezes você subiu e desceu por uma escada rolante? Seja onde for, quase todos os dias nos deparamos com uma dessas pelo caminho. E, vira e mexe, subimos, descemos, e vemos pessoas fazendo brincadeiras ou nem se dando conta do que estão fazendo. Mais ou menos a mesma coisa que fazem com tudo, acabam fazendo no automático e nem prestam atenção. Não à toa acontecem tantos acidentes bobos.

Precisamos lembrar que não temos o intuito de criticar, julgar, muito menos impor verdades absolutas. Nosso objetivo é único e exclusivo de informar e entreter. Por isso, o conteúdo dessa matéria se destina a aqueles que se interessarem e/ou identificarem.

Em se tratando de máquinas caras, as escadas rolantes estão entre as mais caras que as pessoas usam de maneira regular, apesar de ser uma máquina de mecanismo simples. Se trata, resumidamente, de uma variação da correia de transporte.  Ou seja, um par de correntes que são movidas por um motor elétrico de alta velocidade, que fazem com que uma série de degraus de metal se movimentem ao redor de um plano inclinado.

O principal componente de uma escada rolante é o par de correntes que envolve dois pares de engrenagens. Um motor elétrico movimenta as engrenagens de tração na parte de cima, e este movimenta as correntes. Como a imagem abaixo.

O conjunto motor e correntes são acondicionados dentro de uma armação, estrutura de metal entre dois assoalhos. Ao invés de movimentar uma superfície plana, as correntes deslocam uma sequência de degraus. À medida que as correntes se movimentam, os degraus se nivelam. Assim, na parte de cima da escada rolante os degraus de encaixam, criando uma pequena plataforma plana. O que facilita subir e descer a escada.

Alguma vez você se perguntou como surgiu o nome ‘escada rolante’? Até esse nome realmente fixar, as tentativas foram as mais variadas, como ‘escadaria viajante’, ‘elevador inclinado’, ‘escada mágica’, entre tantos outros. Pelos idos de 1900, Charles Seeberger apresentou seu primeiro projeto de escada rolante, parecida com as que conhecemos hoje. Ele apresentou o nome pela qual a conhecemos hoje. O termo em inglês “escalator” (em português: escada rolante) é a combinação de duas palavras, elevador e scala – latim para degraus.

Um degrau de escada rolante possui dois conjuntos de rodas, que se movem em trilhos separados. O conjunto superior está ligado às correntes e é puxado pela engrenagem que possui uma tração na parte de cima da escada. Já o outro conjunto de rodas desliza ao longo do trilho, seguindo o primeiro. Além disso, os trilhos são posicionados de maneira que cada degrau se mantenha no mesmo nível. A parte superior e inferior da escada nivela os degraus na horizontal, fazendo com que ela fique plana. É por isso que cada degrau tem uma série de ranhuras, que são usadas para encaixar um degrau no outro.

A velocidade de uma escada rolante varia entre 27 a 55 metros por minuto. Para se ter uma ideia, uma escada que se move a 44 metros por minuto é capaz de transportar mais de 10 mil pessoas por hora, muito mais do que um elevador comum.

No vídeo abaixo você pode ver como funciona um elevador.

O motor elétrico também te a função de movimentar os corrimãos, além das correntes principais. O corrimão nada mais é do que uma correia transportadora em volta de um conjunto de rodas, feito de borracha. A configuração do corrimão é feita precisamente para se movimentar na velocidade exata dos degraus. Servindo de apoio aos usuários. Muita gente se pergunta para quê usar escadas rolantes quando se tem elevadores, a questão é que as escadas rolantes são muito mais práticas quando se trata de fazer o transporte de grande quantidade de pessoas, em pequenas distâncias.

Pensando em como essas simples mas interessantes máquinas de nosso dia-a-dia são usadas por tantas pessoas, principalmente de maneira errônea, nós aqui da redação da Fatos Desconhecidos selecionamos essa listinha com 17 imagens que mostram exatamente o que acontece quando uma escada rolante trava. Confira:

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

E aí pessoal, já tiveram seu sapato preso numa escada rolante? Se era do tipo que fazia gracinhas essas imagens são suficientes para ver que é preciso sim tomar cuidado? Encontraram algum erro na matéria? Ficaram com dúvidas? Possuem sugestões? Não se esqueçam de comentar com a gente!

Esses são os 8 anúncios publicitários mais geniais da história

Matéria anterior

Mulher com pitbull adota gato mal-tratado e essa foi a reação do pitbull

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.